Pular para o conteúdo

Melhores PLACAS DE SOM EXTERNAS de 2022

Você quer melhorar os recursos de áudio do seu computador? Ou você precisa que seu console forneça um áudio mais imersivo sem ruído de fundo ou interferência? Então você deve investir em uma placa de som externa. Embora a maioria dos computadores tenha placas de som nativas integradas às placas-mãe, elas geralmente são de baixa qualidade e facilmente sofrem com interferências causadas pelos outros componentes internos. A mesma coisa acontece com os consoles de última geração. Esses problemas são facilmente resolvidos como uso de uma placa de vídeo externa.

placa de som USB portátil X G1 placa de som gs3 placa de som usb notebooks oricon
Placa de Som Externa Sound Blaster X G1 Placa de Som Externa Plextone GS3 Placa de Som Externa Orico SC

Interface: USB 3.0

Canais: 5.1 (7.1 virtual)

Taxa amostragem: 24 bits – 96 KHz

Interface: USB 2.0

Canais: 5.1 (7.1 virtual)

Taxa amostragem: 16 bits – 44.1 KHz

Interface: USB 2.0

Canais: 5.1

Taxa amostragem: 16 bits – 44.1 KHz

Cerca de R$ 335 Cerca de R$ 140 Cerca de R$ 90
Compre Online! Compre Online! Compre Online!

Neste artigo, listamos as melhores placas de som externas, que te ajudam a elevar a experiência de áudio do seu PC, Mac ou console. Eles possuem recursos impressionantes e suportam uma variedade de dispositivos e sistemas operacionais (Mac, Windows, PS4, PS3, Xbox One, Nintendo Switch, etc.). Confira e escolha uma que se alinha às suas necessidades e ao seu orçamento. Logo depois, você encontrará um guia de compra completo sobre placas de som externas, explicando seus usos, benefícios e características

Placa de Som Externa Sound Blaster X G1

placa de som USB portátil X G1

Interface: USB 3.0 | Canais: 5.1 (7.1 virtual)

Taxa máxima de amostragem: 24 bits – 96 KHz | Impedância: 16—300O

Compre Online

A Creative Labs é uma das maiores marcas de equipamentos de áudio do mundo e ela oferece uma grande variedade de produtos no Brasil. O X G1 é uma placa de som externa com foco na qualidade de áudio, que funciona em PCs (Windows Vista e posteriores), Macs (versão 10.8 e posteriores), PS4 e para o PS5. Não existem muitas placas de som compatíveis com PS5 no mercado brasileiro, então se você é dono desse console, o X G1 é a escolha mais indicada.

A placa de som Sound Blaster X G1 é completa e uma solução versátil para qualquer usuário, seja para música, jogos ou filmes. Sua taxa de amostragem de 96 kHz e 24 bits a torna perfeita para quem quer um áudio limpo e detalhado, enquanto os canais 5.1 real e 7.1 virtual a torna perfeita para melhorar a imersão  e realismo em filmes e jogos. É uma das melhores placas de som externas em termos de qualidade de áudio. O dispositivo conta com apenas uma entrada 3,5 mm, o que limita o seu uso a apenas um fone de ouvido ou um microfone de cada vez.

Essa placa vem com o software BlasterX Acoustic Engine Pro, que permite um controle fino sobre todos os aspectos técnicos da placa. Ela conta com modos de áudio para cada tipo de mídia, equalização e aprimoramentos de áudio automáticos. O X G1 é capaz de fornecer uma reprodução limpa, alta e realista em vários aparelhos compatíveis, o que o torna a escolha certa para quem prioriza a qualidade do áudio em primeiro lugar.

 

Placa de Som Externa Plextone GS3

placa de som gs3

Interface: USB 2.0 | Canais: 5.1 (7.1 virtual)

Taxa máxima de amostragem: 16 bits – 44.1 KHz | Impedância: 16—300O

Compre Online

Se você procura uma placa de som com bom custo-benefício, o GS3 oferece um áudio limpo e alto de alta resolução com som surround 7.1 virtual. Ao contrário da maioria das placas de som externas baratas, o GS3 utiliza um chip de áudio relativamente conhecido, chamado SSS1629A5. É ele que oferece um processamento de áudio preciso, um aumento de ganho sem distorções e um som surround 5.1 real e 7.1 virtual realista, que pode ser configurado automaticamente apertando um botão.

O GS3 tem uma grande compatibilidade, PCs Windows (XP e posterior), Macs (Mac OS X 10.0 e posterior), Linux e PlayStation 4. Poucas placas de som possuem uma compatibilidade tão ampla, e poucas funcionam em sistemas Linux, então esse é um diferencial da GS3. Conta com um amplificador de fone de ouvido embutido, que pode aumentar o volume do fone de ouvido em 15mW. Ele conta com três portas, 3.5mm para fone de ouvido, 3.5mm para microfone e 3.5mm 2-em-1 (microfone de fone de ouvido). Você pode utilizar dois fones de ouvido ao mesmo tempo.

Seu chassi possui algumas teclas físicas, incluindo botão de mudo para microfone, botão para ativar o som surround 7.1 e dial de volume. Possui um indicador de LED para cada uma dessas funções. Essa placa de som não possui um áudio tão cristalino quanto a placa acima, mas é uma ótima opção para quem quer mais portas disponíveis e um som mais alto e fiel.

 

Placa de Som Externa Orico SC

placa de som usb notebooks oricon

Interface: USB 2.0 | Canais: 5.1

Taxa máxima de amostragem: 16 bits – 44.1 KHz | Impedância: 16—300O

Compre Online

A placa de som Orico SC 2 é barata e simples, ideal para quem quer apenas substituir uma placa de som interna com defeito ou precisa de portas adicionais para utilizar até três equipamentos de áudio ao mesmo tempo. Ela possui três portas: 3.5mm para microfone, 3.5mm para fone de ouvido e 3.5mm 2-em-1. Possui um som surround 5.1 real para fornecer um áudio mais realista. Funciona em sistemas Windows 7 e posterior e MacOS 10.8 e posterior.

Graças as suas portas 2-em-1 (microfone e fone de ouvido) e porta de fone de ouvido autônoma, o SC2 suporta simultaneamente o uso de dois fones de ouvido ou alto falantes ao mesmo tempo. Seu SNR foi medido em >80dB, o que resulta em um som sem chiados ou interferências. Ele conta com botões físicos para silenciar o microfone e o fone de ouvido separadamente e um botão para aumentar e diminuir o volume. Todas as suas especificações técnicas são muito básicas, isso significa que essa placa de som não é ideal para audiófilos ou cinéfilos.

Se você precisa substituir uma placa onboard ou se sua placa atual tem muitos ruídos, o Orico SC2 é uma boa escolha que custa muito pouco e ainda adiciona algumas portas adicionais no seu arsenal. Só não espere que ela reproduza um som mais alto ou mais fiel, pois o DAC e o amplificador encontrados nessa placa são bem simples. Se você está procurando por uma placa de som externa que forneça um áudio mais claro e nítido, é melhor escolher uma das duas placas acima.

 

O que é uma placa de som?

A placa de som é um dispositivo que converte as informações de um computador (bits) em ondas acústicas que podem ser captadas por nossos ouvidos. O principal componente nesse processo é o DAC, sigla em inglês para conversor digital para analógico, que coleta as amostras de bits e as transforma em sinais analógicos. Esses sinais analógicos se tornam a corrente elétrica que é enviada aos alto-falantes, que é o último passo na reprodução de qualquer áudio.

Algumas placas de som são internas, sendo conectadas a interface PCI da placa-mãe. Outras são placas de som externas, que se conectam ao dispositivo através de qualquer porta USB, que são o foco desse artigo. Além de reproduzir áudio, a maioria das placa de som também permite a gravação de áudio, que é basicamente o processo descrito acima mas reverso (ondas acústicas são transformadas em bits pela placa de som).

 

Qualidade de áudio

Existem alguns números na ficha de especificações técnicas com os quais você pode precisar se preocupar: profundidade de bits e frequência de amostragem suportadas (importante para áudio de alta resolução) e impedância recomendada (importante para amplificar fones de ouvido de última geração).

Se você ouve regularmente áudio de alta resolução, certifique-se de que sua placa de som de escolha suporta a maior profundidade de bits que você normalmente usa. CDs utilizam 16 bits 44,1 kHz, mas os fluxos de áudio de alta resolução do Tidal estão disponíveis em 24 bits 96 kHz, por exemplo. Isso significa que você precisará de uma placa de som USB também capaz de som de 24 bits e 96kHz se for assinante do Tidal ou se utiliza frequentemente arquivos de áudio sem compressão (lossless).

A amplificação vai depender dos fones de ouvido que você utiliza. Se você tiver um conjunto de fones de ouvido profissional de alta impedância, que geralmente são bastante caros e destinados ao uso em estúdio, precisará de uma placa de som USB que uma impedância nominal compatível. Por exemplo, o Sennheiser HD 598, projetado para consumidores, tem uma impedância nominal de 50 ohms, enquanto o Sennheiser HD 600, projetado para uso em estúdio, tem uma impedância nominal de 300 ohms, exigindo um amplificador significativamente mais forte para operar em volumes razoáveis.

 

Características principais

Vamos descobrir quais são alguns recursos vitais a serem observados ao escolher uma placa de som para seu computador ou console.

Suporte a plataforma/dispositivo

Para qual dispositivo você está comprando a placa de som? Ou mais especificamente, em qual(is) dispositivo(s) você pretende usar a placa de som externa? A maioria das pessoas pensa em PCs automaticamente ao ver uma placa de som, mas muitas são compatíveis com consoles mais recentes e com dispositivos que rodam MacOS. Recomendamos que você leia atentamente as especificações técnicas de um produto antes de comprá-lo. Se você precisar de uma placa de som para seu Macbook e Xbox One, verifique se o produto é compatível com os dois dispositivos, pois isso vai variar muito entre os modelos disponíveis. Quanto mais dispositivos uma placa de som suportar, melhor.

 

Som ambiente

Placas de som com suporte para a tecnologia Surround Sound fornecerão melhor saída de áudio do que aquelas que não possuem essa tecnologia. O som surround (ou som ambiente) permite que cada dispositivo de som, geralmente alto-falantes, receba uma “linha” de áudio única, o que aumenta muito a imersão. Isso requer que a mídia seja compatível com essa tecnologia e que o sistema de som tenha sido implementado corretamente.

Com isto dito, um canal de som surround 7.1 produzirá uma experiência de som mais dinâmica e imersiva do que o canal de som surround 5.1. Mas você deve levar em conta seu equipamento de áudio, já que a maioria dos home-theaters no mercado são 5.1 e nem todas as mídias são gravados com o 7.1 em mente.

Se você estiver usando a placa de som principalmente para gravação de aúdio, incluindo produção musical, podcasts ou streaming, o som surround não é tão necessário assim. É bom tê-lo, no entanto. Para jogos, streaming de filmes e seriados ou outras atividades relacionadas ao entretenimento, é essencial escolher uma placa de som com suporte a som surround.

 

Relação sinal-ruído (SNR)

Isso descreve a relação quantitativa entre o sinal sonoro emitido pela placa de som versus o ruído de fundo que passa por ela. A relação sinal/ruído é medida em decibéis (dB) e é recomendável comprar placas de som com SNR de 100 dB ou superior. Para contextualizar, se o SNR de uma placa de som for classificado em 120 dB, significa simplesmente que o áudio/som do produto é 120 vezes maior que o nível de ruído de fundo ou interferência do seu hardware. Na prática, quase todas as placas externas atendem esse critério pois a interferência é muito menor fora do gabinete de um computador, por exemplo.

 

Opções de conectividade

Ter opções de conectividade múltiplas e flexíveis é um dos fatores mais importantes ao comprar uma placa de áudio externa, isso vai determinar quais usos são possíveis e quais equipamentos de som podem ser usados. Algumas placas possuem apenas uma entrada para fone de ouvido 3.5mm, outras podem ter mais de oito portas diferentes.

Para gravação com várias pessoas, encontre uma placa de som com pelo menos duas portas de microfone. Da mesma forma, várias saídas de áudio permitem conectar simultaneamente vários alto-falantes ou fones de ouvido à placa de som. Os conectores TOSLINK e as portas RCA também são importantes se você for conectar alto-falantes externos ou outros equipamentos de áudio profissionais.

 

Software do fabricante

Algumas placas de som possuem um programa produzido pela fabricante que oferece certas funções e ajustes adicionais, como perfis de áudio, equalização, monitores de frequência, assistentes de montagem, entre outros. Isso é menos comum com as placas externas, mas as marcas mais tradicionais geralmente oferecem esse software opcional.

O software complementar das placas de som permite fácil controle e personalização eficiente, mas é bom lembrar que ele não é obrigatório. Uma placa de som instalada com os drivers corretos vai realizar seu trabalho normalmente, e algumas funções podem ser controladas por outros programas.

 

Glossário

Frequência de amostragem: também conhecida como taxa de amostragem, é o número de amostras coletadas por segundo em uma gravação. Isso é medido em Hertz, ou Hz/kHz. Quanto maior a taxa de amostragem, mais informações são mantidas da gravação original. As taxas de amostragem mais comum são 44.1 kHz (usado em CDs), 48 kHz (usado pela maioria dos equipamentos de captação de áudio profissionais) e 96 kHz (usado em DVDs e discos Blu-Ray).

Profundidade de bits: o número de bits de informação usados para gravar cada amostragem. O áudio do CD é de 16 bits, enquanto o áudio de alta resolução em DVDs e discos Blu-Ray é de 24 bits. Taxas de bits mais altas permitem melhor relação sinal-ruído e faixa dinâmica mais ampla.

Impedância: um valor, geralmente entre 8 ohms e 600 ohms (ou pelo símbolo Ω), que mede efetivamente quanta energia é necessária para fornecer um volume de audição confortável. Fones de ouvido de baixa impedância (50 ohms ou menos) geralmente são projetados para uso móvel com dispositivos portáteis, enquanto fones de ouvido de alta impedância são projetados para uso em casa/estúdio.

DAC: um dispositivo que traduz áudio digital (por exemplo, do seu computador) em um sinal analógico (por exemplo, um que seus fones de ouvido podem reproduzir); é exatamente isso que a sigla significa em inglês: digital-to-analog converter (conversor digital para analógico). Todo dispositivo capaz de reproduzir áudio possui um DAC, mas um DAC dedicado de maior qualidade é capaz de reproduzir um áudio com maior taxa de amostragem e bit rate fielmente.

Amplificador: dispositivo que aumenta um sinal de áudio de baixa voltagem (por exemplo, de um dispositivo como um computador ou telefone) para que seja forte o suficiente para acionar um alto-falante ou fone de ouvido. Assim como o DAC, todo dispositivo capaz de reproduzir áudio possui um amplificador, mas eles geralmente reproduzem um som mais baixo e menos profundo do que um amplificador dedicado.

 

Perguntas frequentes

O que é uma placa de som USB?

Uma placa de som USB adiciona portas de entrada e saída de áudio ao seu computador via USB e também assume as funções de processamento de som da placa de som integrada do seu PC ou console.

 

Uma placa de som externa é necessária?

Você provavelmente não precisa de uma placa de som USB, considerando que a placa onboard do seu dispositivo esteja funcionando bem, mas elas podem oferecer qualidade de som aprimorada, adicionar novos recursos e são mais bem isoladas de interferências elétricas do que as placas de som integradas em notebooks ou desktops. Se você tem um bom fone de ouvido ou alto-falante e se preocupa com a qualidade do áudio, é um investimento que vale a pena.

 

Quando uma placa de som externa vale a pena?

As placas de som USB fazem sentido quando seu som integrado não é bom, seja em termos de seleção de portas, recursos, ruídos presentes ou qualidade geral de som. Notebooks e placas-mãe de desktop mais baratos geralmente sofrem com áudio ruim, portanto, as placas de som USB podem oferecer uma melhoria significativa, com mais portas disponíveis, menos interferência elétrica e um som mais nítido. Claro, você também precisará de um bom fone de ouvido para aproveitar ao máximo uma boa placa de som!

Outra situação comum é que a placa de som onboard e as portas conectadas a ela podem apresentar algum defeito e são difíceis de trocar, nesses casos usar uma placa de som offboard externa é a maneira mais fácil de devolver o áudio ao seu PC ou notebook.

 

Conclusão

Uma placa de som externa USB é uma maneira fácil de garantir um som mais fiel, com menos ruídos e aumentar as portas disponíveis no seu PC, notebook ou console. Ela também pode adicionar recursos como mais canais de áudio, botões de volume físicos, taxa de amostragem mais alta, um amplificador mais potente e muitos outros. Seja para jogos, gravação de áudio ou entretenimento, as placas de som analisadas acima vão melhorar sua experiência para uma dimensão totalmente nova. Existem ótimas placas de som externas acessíveis no mercado e você não precisa ultrapassar seu orçamento para obter um áudio mais realista e imersivo.

Me siga!
Redator em Guia de Compra
Formado em jornalismo pelo CES-JF e redator com mais de seis anos de experiência. A equipe do Guia de Compra está sempre pesquisando pelos melhores produtos e preços para que você economize tempo e dinheiro!
Ian Rodrigues
Me siga!
Últimos posts por Ian Rodrigues (exibir todos)
placa de som para pc e playstation