Como escolher a TV certa [Atualizado – 2019]

Como escolher a TV certa [Atualizado – 2019]

TV em fundo branco

As melhores TVs terão uma imagem nítida e excelente som, com uma interface fácil de usar. Pode parecer que não há muitas diferenças entre elas, mas, de grandes diferenças de tamanho e resolução de imagem até os controles remotos de cada marca e plataformas de TV inteligentes, estes são eletrônicos muito diferentes – e alguns certamente são melhores do que outros.

Aqui, examinamos mais de perto as principais coisas que você deve pensar antes de comprar uma TV em 2019. Nossos conselhos de especialistas irão ajudá-lo a encontrar sua TV perfeita.

 

tv samsung 4k 43 polegadas tv 4k lg
Smart TV 4K Samsung 43RU7100 Smart TV 4K LG 50UK6510
43″ polegadas

Ultra HD 4K

60Hz

50″ polegadas

Ultra HD 4K

60Hz

Cerca de R$ 1.600 Cerca de R$ 2.300
Compre online Compre online

Quanto devo gastar?

Enquanto as TVs podem custar milhares de reais, você pode encontrar modelos básicos por cerca de R$ 600.

TVs HD de alta qualidade de 32 polegadas começam em cerca de R$ 1.000. Por um preço um pouco mais alto, R$ 1.800, você poderia encontrar TVs de 40 a 43 polegadas, ligeiramente maiores, algumas das quais com uma tela Ultra-HD de 4K de maior qualidade (mais sobre isso abaixo), que devem atender bem a maioria dos telespectadores. TVs de 60 polegadas com tela curva ou com tela QLED de última geração podem ser encontradas a partir de R$ 6.500.

Então, por que pagar mais? TVs top de linha terão tecnologia melhor e um design mais atrativo, muitas vezes com acabamentos metálicos e painéis mais finos. O melhor processamento de movimento é uma marca registrada das TVs premium, o que significa que muitas vezes eles terão imagens mais suaves, enquanto os modelos mais baratos às vezes podem ter imagens menos nítidas.

TVs OLED – a tecnologia de tela amplamente considerada a melhor para contraste e movimento – comece em cerca de R$ 9.000 com uma tela de 55 polegadas, mas pode chegar até R$ 24.000. Este tipo de TV top de linha está tipicamente entre os mais caros do mercado, substituindo as telas de plasma nos últimos anos.

Você também encontrará algumas TVs LED tradicionais de alto nível nesta faixa de preço, também, como as TVs QLED da Samsung. Aqui, Q significa ponto quântico, uma tecnologia de tela que acende LEDs tradicionais em uma camada de células de ponto quântico, produzindo as cores na tela.

 

Tecnologia da tela

Os avanços na tecnologia LED (diodo emissor de luz) viram as telas de plasma e as telas LCD tradicionais caírem em desuso. As pequenas luzes dos conjuntos de LEDs permitem que elas sejam mais finas do que as TVs LCD comuns.

A maioria das TVs nas lojas possui telas LED padrão. O plasma era a tecnologia usada nas TVs caras e de alto nível, mas agora é mais comum ouvir sobre OLED (LED orgânico) ou QLED (pontos quânticos). É um campo de batalha fundamental para os fabricantes de TV sul-coreanos: a LG diz que OLED dará a melhor qualidade de imagem possível, mas a Samsung opta por pontos quânticos.

 

LED vs LCD: qual escolher?

As telas de exibição de cristal líquido (LCD) ganham vida quando a luz de trás da tela brilha através de uma matriz de pequenas células coloridas de cristal líquido. Os sinais controlam cada célula, permitindo quantidades variadas de cor para construir a imagem.

Os televisores LED (light-emitting diode, ou diodo emissor de luz) usam mais ou menos a mesma tecnologia de tela LCD, mas com uma diferença crucial – o punhado de lâmpadas de luz de fundo que tradicionalmente iluminam as TVs LCD são substituídas por um número maior de pequenos LEDs. Estes são dispostos em torno da borda da tela ou espalhados por toda a parte traseira da TV.

As TVs com iluminação na borda são as mais comuns. As primeiras versões tiveram problemas com iluminação de tela inconsistente e cores irregulares, o que é não é um problema para TVs de iluminação direta, mas esses problemas já foram solucionados. Isso significa que os modelos com iluminação na borda agora são a tecnologia privilegiada, pois permitem que as TVs sejam mais finas.

 

TVs de plasma ainda valem a pena?

As TVs de plasma usam tecnologia e princípios completamente diferentes dos conjuntos de LCD e LED. Um display de plasma é composto por uma série de pequenas células de gás, intercaladas entre duas folhas de vidro. Cada célula funciona como um mini tubo fluorescente, que emite luz ultravioleta, que então atinge manchas vermelhas, verdes e azuis na tela. Esses pontos brilham para construir a imagem.

Os entusiastas do cinema em casa alegam que as melhores TVs de plasma ainda produzem tons negros e cores mais claras do que as TVs LED líderes do mercado, tornando-as uma escolha melhor se você quiser uma qualidade de imagem espetacular. No entanto, nos últimos anos, a diferença entre LED e plasma não é tão significativa, enquanto a fraca eficiência energética das TVs de plasma significa que elas podem ser ainda mais caras a longo prazo. Além disso, os grandes fabricantes já pararam de fazer TVs de plasma em favor do LED e tipos de tela mais recentes, como o OLED e o QLED.

 

Como escolho a melhor marca de TV?

Há muitas marcas de TV que disputam sua atenção e dinheiro. No entanto, a maioria das pessoas vai comprar uma TV de um dos “quatro grandes” – Samsung, LG, Sony e Panasonic.

A Samsung é líder de mercado em TVs, seguido de perto pelo rival também sul-coreano LG. Ambos têm grandes gamas que vão de TVs baratas para conjuntos premium de tela grande que custam milhares de libras. A Sony e a Panasonic possuem intervalos comparativamente menores, mas oferecem uma faixa de tamanho e tamanho semelhantes.

Além desses quatro gigantes das TVs, existem várias outras marcas menores, como a Toshiba, a Sharp, a Philips, a JVC e a Philco, todas com uma fatia de mercado menor, mas presentes com vários modelos na Brasil.

Televisão

Qual devo escolher: HD ou 4K Ultra-HD?

Recentemente, uma inundação de novas tecnologias chegou ao mercado de TV. Embora isso signifique que você tem mais opções na hora de comprar, decidir o que você realmente precisa e o que é desnecessário se tornou ainda mais complicado.

As TVs de alta definição existem há algum tempo, e elas são divididas em dois tipos. As TVs HD são mais baratas do que aquelas com tecnologia Full HD. Ambos podem exibir transmissões de TV em HD, mas é melhor comprar um modelo Full HD se você puder, pois isso significa que você também obterá o melhor dos filmes Blu-ray e jogos de última geração.

Mas com conteúdos de resolução ainda mais alta chegando na tela pequena, as TVs HD vão estar defasadas em alguns anos. Os modelos que podem suportar esta resolução superior são chamados de TVs Ultra-HD 4K, e agora compõem a maior parte dos modelos em venda das quatro grandes marcas, com os modelos mais baratos saindo por cerca de R$ 2.000. Essas TVs têm quatro vezes mais pixels dos que os modelos Full HD, portanto, podem exibir imagens ainda mais detalhadas e vibrantes.

Você verá algumas melhorias na qualidade das imagens em HD padrão, mas você precisa de um conteúdo Ultra-HD de 4K para aproveitar ao máximo essa tecnologia. Embora esteja limitado à TV paga, aos serviços de streaming como Netflix e aos discos Blu-ray Ultra-HD por enquanto, a tendência é que o Ultra HD 4k se torne o padrão em imagens de alta definição em alguns anos. Ao comprar uma TV com essa tecnologia, você não terá de se preocupar em troca-la por um bom tempo.

 

O que é High Dynamic Range (e eu realmente preciso disso)?

Se você está procurando por uma nova TV, você verá que muitos dos conjuntos agora possuem High Dynamic Range ou HDR. Um termo emprestado do mundo da fotografia, isso significa essencialmente que a TV pode exibir negros mais escuros, brancos mais brilhantes e mais sutileza de tons entre eles.

Desde 2016, as TVs ultra-HD de 4K raramente vêm sem essa tecnologia de imagem adicional. Mas, como no 4K Ultra-HD, você precisa de conteúdo HDR para ver os benefícios. Ainda não existem transmissões de TV com essa tecnologia, mas uma parte do conteúdo no Netflix, alguns Blur-Rays e alguns jogos do Xbox One e Playstation 4 suportam HDR. Essa tecnologia ainda não teve uma grande adoção, então este não é um recurso imprescindível hoje.

Por outro lado, já que você não vai pagar extra por esta tecnologia em uma TV 4K, vale a pena procurar por este recurso para que sua TV esteja pronta para a adoção em massa da tecnologia HDR num futuro próximo.

 

As TVs de tela curva valem a pena?

As televisões com telas curvas côncavas começaram a surgir alguns anos atrás – primeiro em TVs premium de alta qualidade, mas gradualmente se tornaram comuns em modelos mais acessíveis. Mas recentemente elas cairam em desuso, com os fabricantes reduzindo o número de opções de tela curvada em suas novas linhas.

Apesar das afirmações dos fabricantes de que as TVs curvas podem melhorar a sua experiência de visualização ao encobrir a imagem ao seu redor, assim como assistir a um filme no cinema IMAX, na pratica existe uma distorção de imagem nas bordas. O efeito curvo é mínimo na melhor das hipóteses, e só é realmente visível se você se senta bem na frente da tela (algo que a maioria das pessoas raramente faz).

As TVs curvas ainda podem funcionar bem dependendo do seu uso, mas pense cuidadosamente se um diferencial realmente necessário antes de comprar. Tenha em mente, também, que, se você quiser montar a sua TV na parede, um modelo curvo não ficará tão natural como uma tela plana. Além disso, uma tela curva pode parecer um pouco estranha, ou até mesmo torta, quando vista de um ângulo.

 

Quando é o melhor momento para comprar uma nova TV?

Quando estiver pronto para atualizar de um conjunto antigo, tenha em mente que existem algumas tendências sazonais que podem ajudá-lo a arrumar uma pechincha. Sabemos por preços de rastreamento que junho é um ótimo momento para comprar uma nova TV, pois os preços tendem a ser descontados em uma ampla gama de produtos tecnológicos. Você também verá desconto pesado em TVs em torno dos principais períodos de vendas, como Black Friday / Cyber ​​Monday, no final de novembro, e as vendas após o Natal em dezembro.

Esteja ciente, no entanto, de que as vendas podem envolver cortes de preços em TVs de baixa qualidade, à medida que os varejistas tentam se livrar do estoque indesejado. Certifique-se de verificar o preço normal do modelo que você está pensando em comprar para não cair em falsos descontos.

Finalmente, se você não está muito preocupado com os recursos mais recentes, procure por modelos mais antigos, com mais de um ano de lançamento, assim você economizará um bom dinheiro. As lojas precisam abrir espaço para os modelos mais recentes, mesmo que eles não tenham uma grande diferença de qualidade.

 

Como as TVs inteligentes se conectam à Internet?

Uma TV inteligente usa sua rede de internet doméstica para fornecer streaming de vídeo e serviços online, através de um cabo Ethernet ou Wi-Fi, sendo que o último é muito mais comum e prático. A maioria das TVs atuais suporta Wi-Fi 802.11ac, mas observe que modelos mais antigos ainda podem usar o padrão 802.11n. A maioria das pessoas vai conectar sua Smart TV exatamente como fazem com smartphones e notebooks, conectando-a na rede wireless, e o processo é praticamente o mesmo, bastando selecionar o SSID da casa e fornecendo a senha correta.

Pessoas com casas maiores também devem verificar sua cobertura Wi-Fi. A conexão sem fio é menos estável do que a conexão com fio, também pode existir certa perda de velocidade na maioria dos roteadores baratos (especialmente os fornecidos pelas operadoras de telefonia). De um modo geral, você deve colocar o roteador em um local central na sua casa, em uma posição elevada e sem obstáculos por perto, como paredes e divisórias grossas. E quanto mais perto o aparelho conectado estiver do roteador, melhor será o sinal.

Se a sua TV inteligente não estiver recebendo um sinal sem fio suficientemente forte e você não pode mudar a posição de nenhum dos dois aparelhos, um repetidor Wi-Fi pode resolver o problema. Se o seu roteador tiver mais de três anos, um bom roteador Wi-Fi compatível com 802.11ac pode resolver esse problema para os televisores compatíveis.

 

Como uma Smart TV é atualizada?

Depende do fabricante. Na maior parte, os fabricantes de Smart TVs estão adicionando e personalizando aplicativos por conta própria. Algumas empresas são mais rápidas do que outras em corrigir erros ocasionais ou em trabalhar com desenvolvedores para melhorar os aplicativos internos. Como existe uma grande variação, você deve pesquisar se o modelo desejado já recebeu atualizações antes e quando foi lançada a atualização mais recente. É sempre melhor escolher um modelo que receba atualizações periodicamente já que elas adicionam recursos e consertam bugs eventuais.

A maioria dos principais fabricantes realiza atualizações de software periodicamente. Algumas dessas atualizações adicionam recursos totalmente novos, como suporte expandido para formatos de alta faixa dinâmica (HDR), como o Dolby Vision, ou apenas refinamentos no firmware interno da TV (geralmente baixados automaticamente tarde da noite). Você pode até encontrar fabricantes atualizando todo o sistema operacional – a Sony recentemente começou a mudar todas as suas TVs Android para a nova versão Oreo 8.0 do software, que oferece melhorias significativas em relação à versão anterior.

 

Uma TV inteligente pode travar como um PC?

A resposta simples é sim, assim como qualquer software existente. À medida que as TVs inteligentes assumem mais papéis antes exclusivos de computadores e smartphones, os problemas eventuais que ocorrem nesses aparelhos também podem aparecer em Smart TVs. Agora, esperamos que nossas TVs obtenham conteúdo da Web, executem aplicativos sofisticados, gerenciem outros dispositivos conectados e até incluam interação por voz. Apesar disso, os problemas de TV inteligente geralmente nos pegam desprevenidos porque não estamos acostumados a pensar neles como algo além de telas básicas. Mais funções e recursos significam mais possibilidades de bugs, glitches e travamentos.

A boa notícia é que, embora falhas e desempenho lento tenham sido um problema nos últimos anos, esse tipo de problema é muito menos comum agora. À medida que o mercado de TVs inteligentes amadureceu, os fabricantes introduziram processadores mais potentes, equiparam sistemas com melhores componentes e memória de qualidade e refinaram as plataformas de software que lidam com aplicativos e funções de TV.

Dito isso, ainda podem ocorrer problemas, especialmente em TVs inteligentes de baixo custo que podem não ter o hardware e o software mais recentes. Se você se deparar com uma tela congelada ou um processo suspenso, desligar e ligar a TV geralmente resolverá o problema.

 

Além dos aplicativos, as Smart TVs possuem outros benefícios?

As TVs inteligentes oferecem outras vantagens potenciais. Muitos dos modelos mais novos agora integram assistentes de voz. A pesquisa por voz agora permite que você encontre conteúdo da TV ao vivo, bem como de serviços de streaming, e adiciona pesquisa de tudo, desde o clima e os preços das ações até as últimas fofocas sobre celebridades, tudo usando a fala ao invés de um controle remoto. A integração por voz permite acessar outros serviços do seu sofá, permitindo que você peça uma pizza ou ou até um Uber com a mesma facilidade que se encontra em um smartphone qualquer.

Esses novos recursos também permitem controlar dispositivos domésticos inteligentes, como luzes e termostatos conectados, visualizar feeds da câmera de segurança ou comandar robôs de limpeza. À medida que os assistentes de voz continuam evoluindo, você pode esperar as mesmas melhorias nas smart TVs atuais por meio de atualizações de software e firmware.

Como essas TVs tendem a ter processadores mais robustos que os aparelhos comuns, além de conexões on-line, os fabricantes podem adicionar outros recursos, como jogos casuais, que agora são bastante comuns em aparelhos inteligentes. Os jogos não são nem de longe tão sofisticados ou atraentes quanto os disponíveis em um console PlayStation ou Xbox, mas podem ser igualmente viciantes.

 

Melhores TVs

Melhor TV 4K barata – Samsung 43RU7100

43″ polegadas – 60Hz – HDR

tv samsung 4k 43 polegadas

 

Uma ótima TV 4K de entrada, ela possui três entradas HDMI e duas entradas USB, conta com o HDR Premium e muitos aplicativos disponíveis. Seu processador moderno é rápido e roda seus aplicativos preferidos facilmente, além de navegar na internet muito bem. Sua conexão bluetooth permite conectar fones de ouvido, teclados e home theaters sem fio.

Sua taxa de atualização permite a visualização de cenas rápidas, como de esportes e de video games, muito mais nítidas. Seu design é um dos mais finos do mercado, tornando essa SmartTV ideal para qualquer ambiente, mesmo os com menos espaço disponível. Essa é a melhor opção custo benefício do mercado, com muitos recursos e uma enorme tela por um preço baixo.

 

 

Melhor TV 4K com tela grande LG 50UK6510

50″ polegadas – 60Hz – HDR

tv 4k lg

A TV LG 50UK6510 é uma TV 4K muito grande, com vários recursos e extremamente fina. É uma TV com tecnologia QLED versátil com vários recursos impressionantes e com uma qualidade de imagem incrível. Sua taxa de contraste e sua taxa de atualização de 60Hz produzem imagens nítidas e sem borrões. Seu tempo de resposta é bem curto, o que a torna perfeita para imagens com muito movimento rápido, como futebol, filmes de ação e games.

O recurso HDR dessa TV mostra cores realistas e vibrantes. Além das qualidades técnicas, essa TV conta com um recurso bem único: uma inteligencia artificial própria. Usando o controle Smart Magic, você pode falar os comandos e a IA os executa, você pode abrir aplicativos, acessar menus e até navegar pela internet usando somente sua voz. Conta com duas entradas USB e quatro HDMI.

 

Equipe
A equipe do Guia de Compra está sempre pesquisando pelos melhores produtos e preços para que você economize tempo. Todos os dias nós analisamos centenas de produtos para achar o que melhor se adapta a você e ao seu bolso.