Como Escolher o Melhor Ômega-3 para Cães – 2021

omega 3 para cachorros

Os cães precisam de uma variedade de nutrientes diferentes em sua dieta para se manterem saudáveis. Algumas dessas coisas, como proteínas e uma variedade de vitaminas e minerais, são encontradas em quase todas as rações de qualidade para cachorros disponíveis no mercado, mas também existem certos nutrientes bem mais raros, e o ômega-3 é um dos mais importantes deles. Seus benefícios são variados e incluem ação anti-inflamatória e o bom funcionamento do cérebro.

omega 3 para cães vetnilomega 3 para cães ograx avertomega 3 para cães organnact
Ômega-3 SE 550 VetnilÔmega-3 Ograx-3 AvertÔmega-3 Dog Organnact
30 cápsulas

550 miligramas

Com selênio e vitamina E

30 cápsulas

500 miligramas

Com vitamina E

30 cápsulas

500 miligramas

Com vitamina E

Cerca de R$ 83Cerca de R$ 60Cerca de R$ 50
Compre onlineCompre onlineCompre online

A suplementação de ômega-3 em cães geralmente é feita através de produtos especializados já que poucas rações a incluem em sua composição. Mesmo essas rações costumam ter uma quantidade menor do que a recomendada diariamente. Por isso introduzir um bom suplemento de ômega-3 é a melhor solução para seu pet.

Nós analisamos os melhores suplementos de ômega-3 para cães e criamos esse guia de compra para que você tome a decisão certa. Abaixo você verá quais são os benefícios do ômega-3 para cachorros, a quantidade recomendada e quais cuidados tomar antes de começar a suplementação.

Ômega-3 para cães SE 550 – Vetnil

omega 3 para cães vetnil

Compre Online

A principal recomendação de ômega-3 para cachorros é o suplemento Ômega 3 SE 550 produzido pela Vetnil, marca reconhecida no setor de saúde e bem-estar animal. Além de conter a proporção ideal de EPA em relação ao DHA, esse suplemento possui vitamina E e selênio, que também são importantes para a saúde dos cães e atuam como conservantes naturais. Cada cápsula contém 550 mg de ômega-3, a Vetnil também possui uma fórmula com 1.100 mg para cães de grande porte.

 

Ômega-3 para cães Ograx 3 – Avert

omega 3 para cães ograx avertCompre Online

O suplemento de ômega-3 Ograx possui um ótimo custo-benefício e toda a qualidade que se espera de um produto da Avert. Sua fórmula conta com a proporção indicada de EPA e DHA para cachorros e utiliza vitamina E como conservante, ajudando na sua suplementação. Sua cápsula gelatinosa é de fácil administração, podendo ser mastigada ou até aplicada sobre a ração, tendo um formato diferenciado de peixe. É produzida com alto grau de pureza e biodisponibilidade.

 

Ômega-3 para cães Dog – Organnact

omega 3 para cães organnact

Compre Online

Esse suplemento de ômega-3 canino da Organnact é um dos mais baratos disponíveis, sendo uma ótima opção para tratamentos a longo prazo. Mesmo sendo um produto mais em conta do que seus concorrentes, ele possui alto grau de pureza e a proporção certa de EPA e DHA indicada para cães. Além do ômega-3, ele utiliza vitamina E em sua composição, para auxiliar na conservação da fórmula e ajudar na suplementação da animal. Também está disponível em cápsulas de 1.000 mg.

Cães precisam tomar ômega-3?

Os cães (e a maioria dos seres vivos) requerem ácidos graxos ômega para se desenvolverem adequadamente durante a infância e permanecerem saudáveis durante toda a sua vida. Cachorros podem produzir por si próprios alguns tipos desses ácidos, mas outros, chamados de ácidos graxos essenciais, devem ser adquiridos através da alimentação.

Dois dos ácidos graxos essenciais mais importantes são o ácido eicosapentaenóico (EPA) e o ácido docosahexaenóico (DHA). Cada um deles desempenha um papel ligeiramente diferente no corpo do seu cão, mas ambos são considerados ácidos graxos ômega-3. Essas moléculas importantes são especialmente difíceis de se obter pois são encontradas em poucos alimentos. No caso de cachorros, uma proporção maior de EPA do que DHA é mais beneficial. 

Alimentos ricos em ômega-3 geralmente não são encontrados em dietas caninas. As sementes de chia e a linhaça são alguns exemplos, mas algumas das melhores fontes de ácidos graxos ômega-3 vêm do oceano. Particularmente, o ômega-3 é encontrado em várias espécies comuns de peixes gordurosos, como salmão, sardinhas, arenque e anchovas.

Felizmente não é necessário tentar fazer seu amigo de quatro patas comer sardinhas cheias de espinhas e nem gastar uma fortuna com salmão, suplementos de ômega-3 são comuns e baratos. Eles são vendidos em formas diferentes para se adaptarem a cada cão e fornecem os tão necessários ácidos graxos de maneira prática.

 

Benefícios do ômega-3 para cães

Alguns dos benefícios à saúde fornecidos pelos suplementos de óleo de peixe são relativamente leves, mas outros podem melhorar profundamente a qualidade de vida do seu animal de estimação.

Alguns dos benefícios principais da suplementação de ômega-3 para cães são:

Melhorar a qualidade do pelo e reduzir a queda – Muitos proprietários ficam bastante chocados com o quão macia e brilhante a pele e o pelo do seu cão se torna depois da suplementação de ômega-3 por alguns meses. Ele é um nutriente essencial para manter os pelos saudáveis e diminuir sua queda.

Aliviar a coceira na pele – Junto com as melhorias na aparência do pelo do seu cão, os ômega-3 geralmente melhoram a condição geral da pele do seu cão, tornando-a mais hidratada e menos propensa a problemas como ressecamento e coceiras. Isso pode ajudar a aliviar problemas comuns na pele dos cachorros, que incluem alergias, infecções e falhas na pelugem.

Promover o desenvolvimento adequado do cérebro e dos olhos em filhotes – Embora os ácidos graxos ômega-3 forneçam esses benefícios apenas em filhotes muito jovens, as fêmeas grávidas e as fêmeas em lactação que recebem suplementos de óleo de peixe podem passar esses nutrientes importantes para seus filhotes.

Reduzir a inflamação – Como as características de redução da inflamação dos ácidos graxos ômega-3 atuam em todo o corpo do seu cão, eles podem ajudar de várias maneiras diferentes. Isso significa que não importa onde seu cão esteja apresentando inflamação, seja no coração, nos rins, nas articulações ou em qualquer outro lugar, os suplementos de óleo de peixe podem ajudar a reduzí-lo.

Alívio da dor – Como a inflamação costuma causar dor, as características redutoras da inflamação dos ácidos graxos ômega-3 também reduzem o desconforto do seu cachorro.

Fortalecer o sistema imunológico – O ômega-3 é usado de diferentes formas pelo corpo. Embora muito mais pesquisas devam ser realizadas antes que os cientistas consigam dizer com certeza que os ácidos graxos ômega-3 reduzem a taxa de crescimento dos tumores, há algumas pesquisas preliminares que sugerem que esse é o caso.

 

Potenciais efeitos colaterais

Embora os suplementos de óleo de peixe sejam geralmente considerados seguros, é importante usá-los da maneira correta e estar ciente dos problemas potenciais que eles podem (raramente) causar. Alguns dos efeitos colaterais mais notáveis incluem:

Alguns ácidos graxos ômega-3 (incluindo EPA e DHA) podem fazer com que o corpo do seu cão tenha uma diminuição na coagulação. Isso pode ser especialmente problemático para cães que sofrem uma laceração, possuem uma cirurgia agendada ou foram prescritos quaisquer outros medicamentos que também reduzem a capacidade de coagulação do sangue.

Alguns cães são incapazes de digerir adequadamente os suplementos de óleo de peixe, o que pode causar problemas intestinais. Embora esses problemas muitas vezes se resolvam sozinhos com o tempo, o processo será incomodo e causar estresse para você e para o cachorro.

Alguns óleos de peixe podem causar mau hálito aos cães. Isso realmente não vai incomodar seu cão, mas é bem provável que te incomode. Geralmente, você pode acabar com esse problema simplesmente reduzindo a quantidade de suplemento que fornece em cada refeição ou deixando o produto refrigerado.

Embora esses tipos de problemas sejam relativamente raros, é sempre uma boa ideia discutir o uso de quaisquer suplementos com seu veterinário. Além disso, você sempre desejará seguir as recomendações do fabricante em relação à quantidade de suplemento a ser fornecida a seu cão, que deve variar com o peso dele.

 

Fontes naturais de ômega-3

O EPA e DHA podem ser encontrados naturalmente em altas quantidades em peixes como salmão, sardinha e anchova. Caso você queira introduzir o ômega 3 de maneira natural, eles são melhor fonte disponível, e os cachorros costumam apreciar o sabor e textura.

Em uma porção de 170 gramas, esta é a quantidade de ômega 3 que seu cão receberia de cada fonte:

  • Anchovas – 3400 mg de EPA / DHA
  • Sardinhas – 2.800 mg de EPA / DHA (cerca de 100 mg por sardinha pequena)
  • Salmão – entre 2200 e 3800 mg de EPA / DHA

É muito importante cozinhar qualquer peixe antes de oferecê-lo ao cachorro. Peixes crus podem conter parasitas e a única maneira segura de evitá-los é através do cozimento. Também é importante tirar as espinhas de peixes que a contenham, pois elas podem ser um risco de engasgo ou podem machucar as gengivas dos cães. Esses mesmos cuidados também se aplicam aos gatos.

Apesar do salmão ser uma fonte rica em ômega-3, ele deve ser evitado como fonte principal pois sua pesca não é ambientalmente sustentável.

 

Dosagem certa de ômega-3 para cachorros

A dose recomendada é de 100 miligramas de ômega-3 por quilo. A quantidade exata de ômega-3 que deve ser oferecida ao seu cão varia de acordo com o produto utilizado pois cada suplemento possui uma quantidade diferente de EPA e DHA. Você deve consultar o rótulo e também conversar com seu veterinário para descobrir a dosagem adequada de cada suplemento para seu cão.

É importante pesquisar se a ração dada ao cachorro possui ômega-3 e, caso possua, introduzir essa quantidade na conta. Quantidades excessivas de óleo de peixe podem causar distúrbios gástricos, e problemas no sistema imunológico e de coagulação são preocupações mais sérias caso a quantidade de ômega-3 ingerida seja muito mais alta do que a recomendada.

Assim como a dosagem, a frequência deve variar de acordo com o produto. Consulte o rótulo do suplemento e fale com seu veterinário para determinar com que frequência seu cão deve tomar ômega-3. Na maioria dos casos, os suplementos são projetados para serem utilizados uma vez ao dia.

 

Tipos de suplementos de ômega-3 para cães

Existem três tipos principais de ômega-3 veterinários: em cápsula, líquido e pasta. As formas líquidas devem ser aplicadas diretamente na ração ou diretamente na boca usando um conta-gotas. Já as cápsulas devem ser ingeridas integralmente. O outro formato disponível é em pasta, que possui um aplicador similar a uma injeção e que pode ser aplicado em um recipiente para ser lambido, sobre a ração ou diretamente na boca do cão. A pasta também foi projetada para ser aplicada diretamente no pelo de gatos, que instintivamente vão lambê-la, mas isso não vai funcionar com cachorros.

Não existe uma forma universalmente melhor, cabe a você pensar em qual será a maneira mais prática levando em conta os hábitos do seu pet. Alguns cães gostam dos óleos, outros podem estranhar a ração “embebida”, enquanto uns possuem dificuldade para engolir cápsulas. Isso vai depender de cada animal e cada dono.

Os óleos de peixe são altamente propensos à oxidação, por isso é importante armazená-los longe da luz. A fórmula também deve conter níveis adequados de vitamina E ou outros antioxidantes como conservantes; se não forem adicionados conservantes, o produto deve ser mantido refrigerado. Refrigerar o suplemento de ômega-3 também ajuda a evitar o famoso bafo de peixe.

 

Ômega-3 para humanos

O motivo principal para evitar usar suplementos de ômega-3 desenvolvidos para seres humanos em cães são os ingredientes adicionais adicionados pelos fabricantes. Muitos produtos de óleo de peixe têm aromatizantes, adoçantes, certos conservantes químicos, corantes ou outros ingredientes adicionados que podem não ser bons para o seu cão. Se o seu suplemento de ômega-3 for feito puramente de óleo de peixe (e no caso de cápsulas, a gelatina), pode ser seguro dar também ao seu cão, mas você deve consultar um veterinário para verificar a dose e a frequência  adequada.