Melhores Limpadores Ultrassônicos de 2020

Melhores Limpadores Ultrassônicos de 2020

limpador ultrassonico e cuba ultrassonica

Sem dúvida, limpar itens delicados como joias, placas PCB, carburadores, óculos de sol e de grau, armas, equipamentos cirúrgicos, relógios e muitos outros objetos frágeis pode ser desafiador. Produtos químicos fortes podem arruinar sua aparência e até causar danos físicos que impossibilitam seu funcionamento. É aqui que entram os melhores limpadores ultrassônicos.

limpador ultrassonico baratolimpador ultrassonico profissionallimpador ultrassonico aço inox
Limpador Ultrassônico Solver HLU-800Limpador Ultrassônico SacchLimpador Ultrassônico Cristófoli
Frequência: 40 kHz

Tanque: 600 mililitros

Frequência: 40 kHz

Tanque: 3 litros

Com aquecimento

Frequência: 42 kHz

Tanque: 2,1 litros

Com aquecimento

Cerca de R$ 260Cerca de R$ 840Cerca de R$ 820
Compre aquiCompre aquiCompre aqui

Os limpadores ultrassônicos utilizam ondas ultrassônicas que são suaves e muito eficientes, para limpar profundamente vários itens sem qualquer dano. Eles vêm com tanques de limpeza de diferentes capacidades e algumas funções especiais projetadas para diferentes necessidades de limpeza. Existem modelos domésticos que são baratos e fáceis de operar, e existem modelos profissionais voltados para eficácia e que cumprem requisitos rigorosos de qualidade.

Existe uma grande variedade de aparelhos limpadores ultrassônicos (também chamados de cubas ultrassônicas) disponíveis no mercado, o que torna difícil encontrar o produto certo para sua necessidade. Portanto, esse artigo vai analisar os melhores limpadores ultrassônicos. Mais abaixo nós também vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre esse aparelho, como escolher a frequência certa e quais são as características principais.

Melhores limpadores ultrassônicos

Limpador Ultrassônico Solver HLU-800

limpador ultrassonico barato

Esse um limpador ultrassônico barato e fácil de usar, projetado para uso doméstico e para uso profissional leve. Ele conta com uma cuba de 600 ml e sua frequência é de 40 kHz, que funciona para limpar uma grande variedade de materiais e para remover vários tipos de contaminantes. É um aparelho pequeno e que não vai ocupar muito espaço na sua bancada. A cuba é feita de aço inoxidável e ele conta com desligamento automático após 3 minutos de funcionamento.

 

Limpador Ultrassônico Sacch

limpador ultrassonico profissional

Projetado para uso profissional, essa limpador ultrassônico da Sacch possui uma grande capacidade interna: 3 litros. É um dos maiores tanques do mercado, o que o torna perfeito para limpeza de peças mecânicas grandes e para limpeza de várias peças de uma só vez. Possui uma cuba de aço inoxidável e opera a uma frequência de 40 kHz. Além do grande espaço interno, ele conta com um timer programável de até 60 minutos e aquecimento, o que torna a limpeza ainda mais eficiente.

 

Limpador Ultrassônico Cristófoli

limpador ultrassonico aço inox

O limpador ultrassônico da Cristófoli possui um tanque de aço inoxidável de 2,1 litros, o que o coloca entre os dois aparelhos acima. É uma boa opção se você precisa de mais espaço interno para limpar objetos maiores mas ainda precisa de um aparelho que não ocupe muito espaço. Ele conta com 5 ciclos de limpeza e com um sistema de aquecimento, para ajudar a remover contaminantes mais resistentes, e opera na frequência de 42 kHz.

 

Tipos de limpadores ultrassônicos

As máquinas de limpeza ultrassônica vêm em diferentes categorias, que são baseadas no tipo de uso que cada aparelho foi projetado. Eles são:

Uso profissional ou industrial – Esta categoria foi projetada para uso constante, geralmente possuem uma seleção de frequência mais ampla, conta com transdutores maiores ​​e geradores resistentes que geram mais potência. Seus tanques são construídos com aço inoxidável soldado para serviços pesados, e muitas vezes o gerador pode ser separado do tanque. Esses tipos de limpadores ultrassônicos são usados ​​basicamente para limpeza diária em diversas indústrias e comércios, tanto para limpeza pesada quanto para limpeza de objetos muito sensíveis, e podem ser usados por longos períodos.

Uso doméstico ou semi-profissional – Esse tipo de limpador ultrassônico é projetado para serviços eventuais de limpeza em casa ou até mesmo em indústrias que não necessitam do uso constante do aparelho. Além disso, os geradores são integrados ao tanque. Apesar de contarem com menos recursos do que os modelos profissionais, eles podem limpar uma variedade muito grande de objetos e de contaminantes, e são a opção mais barata. Mesmo que possam ser usados ​​diariamente, eles não devem ser usados ​​para limpeza em massa ou em uma cadeia de produção.

Aparelhos portáteis – São o tipo mais raro de limpador ultrassônico no Brasil. A maioria dos limpadores ultrassônicos acoplam o tanque e o gerador juntos, já as limpadoras ultrassônicas portáteis são apenas um gerador que deve ser inserido em um tanque separado. São máquinas de limpeza leves que apresentam geradores simples e pequenos transdutores. Essa categoria é usada para limpar óculos, brinquedos para bebês, ferramentas, roupas e alimentos, como vegetais, frutas, e outros serviços leves.

 

Elementos principais

  • Alumínio ou aço inoxidável – A maioria dos limpadores ultrassônicos é construído com um desse materiais. Tanto o aço inoxidável quanto o alumínio são duráveis, mas o aço inoxidável é mais resistente e geralmente é encontrado nos limpadores ultrassônicos profissionais ou industriais.
  • Tanque ou cuba – A grande maioria dos limpadores ultrassônicos possui um tanque próprio. Cada tanque varia em tamanho e acomoda diferentes quantidades de líquido. Existem alguns poucos modelos sem tanques disponíveis no Brasil, eles são considerados modelos portáteis e devem ser submergidos em uma tigela junto com o item a ser limpo.
  • Transdutores piezocerâmicos – Também são chamados de cerâmicas piezoelétricas. São um tipo de transdutor eletroacústico que converte as cargas elétricas produzidas por algumas formas de materiais sólidos em energia. Essa energia gera uma oscilação no material, que por sua vez gera as frequências ultrassônicas. Eles são sempre encontrados no fundo ou na lateral do tanque.
  • Temporizadores e controladores de temperatura – Diferentes itens e diferentes tipos de sujeira exigem um tempo de limpeza diferente, é aí que um temporizador ou timer pode facilitar o processo. Com a temperatura do líquido é a mesma coisa, e quanto mais ampla a seleção de temperatura, mais versátil será o limpador ultrassônico. Este recurso não é encontrado em todos os modelos.
  • Chave liga e desliga – Todos os limpadores ultrassônicos produzidos atualmente possuem essa função. Alguns modelos oferecem desligamento automático.
  • Escorredor – Outro recurso que costuma ser encontrado apenas em modelos mais avançados. O escorredor ajuda a drenar a solução após a limpeza.
  • Alimentação elétrica – A energia requerida por cada modelo de limpador ultrassônico varia muito entre diferentes modelos. A maioria dos limpadores ultrassônicos funciona com uma potência média de 40 watts até 60 watts.
  • Rack ou cesta – Ao invés de colocar os itens diretamente sobre o tanque, a maioria dos limpadores ultrassônicos conta com uma cesta de alumínio ou aço que é inserida no tanque, evitando que ele seja arranhado.
  • Modos de operação – Algumas máquinas de limpeza ultrassônica têm modos de varredura (sweep mode) que fornecem uma ligeira flutuação na frequência e um modo de pulso (pulse mode) que aumenta a potência ultrassônica em intervalos. Geralmente apenas as máquinas industriais e profissionais possuem esses modos.

 

Mecanismo de Limpeza

Depois que a máquina de limpeza ultrassônica é conectada a uma fonte de alimentação e a máquina é ligada, o transdutor piezocerâmico começa a mudar de tamanho quase que instantaneamente. O transdutor piezocerâmico aumenta de tamanho, criando ondas sonoras de compressão de alta frequência que resultam na rápida formação e colapso de bolhas de cavitação.

À medida que as ondas de compressão continuam, as bolhas de cavitação ficarão maiores e, quando atingirem um certo tamanho e não puderem mais manter sua forma, as bolhas agitam-se através do líquido. Essas bolhas se formam mesmo em espaços apertados, um dos motivos que tornam a limpeza ultrassônica ideal para objetos que não podem ser desmontados, como injeções eletrônicas, ou que possuem mecanismos internos muito pequenos, como relógios.

Essas bolhas são o que impactam os objetos no tanque, causando poeiras, sujeiras, germes, óleos, graxas, pigmentos e outros contaminantes que podem ter grudado nos itens a serem deslocados. A mesma coisa ocorre quando você coloca uma máquina de ultrassom portátil dentro de uma pia ou tigela.

 

Compreendendo o poder ultrassônico

Quando um limpador ultrassônico está funcionando, a energia elétrica é consumida uniformemente, mas é liberada em intervalos para criar as ondas sonoras que moldam o sinal ultrassônico.

Alguns fabricantes informam a potência ultrassônica de pico, outros informam a potência média e alguns informam ambos nas descrições de seus modelos. Ao comparar equipamentos, você deve ter certeza que está comparando diferentes limpadores ultrassônicos com base no mesmo critério.

Embora mais potência geralmente indique uma limpeza mais rápida e eficaz, mais potência nem sempre é o melhor caminho. Muita energia pode danificar peças eletrônicas, o acabamento da superfície em um metal macio (por exemplo, alumínio) e outros itens delicados. Para limpar itens extremamente sensíveis, sua melhor limpadora ultrassônica deve ser equipada com potência ajustável.

Lembre-se de que quanto maior o volume da solução dentro do tanque, mais potência ultrassônica será necessária para a limpeza. A maioria dos limpadores funciona com uma potência média de 40 watts até 60 watts, portanto, quanto maior o tanque, mais potência você precisa.

Não tente aumentar a potência efetiva de um limpador ultrassônico enchendo o tanque de forma insuficiente. Os geradores que alimentam os transdutores são ajustados para um determinado nível de preenchimento. Operar a unidade com menos fluido pode resultar em uma limpeza menos otimizada, menos eficiente e, em casos extremos, danificar o gerador.

 

Frequências

A frequência do limpador ultrassônico é produzida por transdutores ligados ao fundo do tanque. Eles vibram em quilohertz (kHz ou milhares de ciclos por segundo) acima da faixa de audição, que é de aproximadamente 20 kHz. Este é um dos determinantes do tamanho da bolha de cavitação. A maioria dos limpadores ultrassônicos opera entre 35 e 45 kHz. Essa faixa de frequência é adequada para a grande maioria das tarefas de limpeza.

As frequências mais altas produzem bolhas menores, que oferecem uma ação de limpeza mais suave, adequada para itens muito delicados. Por outro lado, uma frequência baixa produz bolhas comparativamente grandes que colapsam para dentro de uma forma muito repentina e violenta, ideal para limpeza pesada de itens mais resistentes. É difícil distinguir visualmente os tamanhos das bolhas, então a seleção deve ser feita conforme a marcação do aparelho limpador ultrassônico.

Isso significa que se você deseja remover óleos e outros contaminantes resistentes de itens fortes e duráveis, você precisa de uma máquina de limpeza ultrassônica com frequência mais baixa. Mas se você deseja lavar e limpar objetos delicados e mais frágeis, como joias e alimentos, você precisa de um limpador ultrassônico com frequências mais altas.

Para a limpeza fina de joias, eletrônicos e sensores sensíveis, mídias ópticas e metais de dureza baixa com superfícies polidas, considere uma unidade operando a 80-130 kHz. Se estiver limpando tubos capilares ou cubetas de espectrofotômetro, use um limpador sônico que opere a 80 kHz ou mais.

A frequência entre 30 kHz e 40 kHz é geralmente boa para a maioria das aplicações, estando no meio termo entre uma limpeza sensível demais ou brusca demais. Se você precisar limpar uma grande variedade de materiais, considere um limpador ultrassônico de dupla frequência. Alguns modelos funcionam com 40 kHz para limpeza básica e 60 kHz para limpeza fina.

Observe que quanto mais baixa a frequência, mais audível é a operação de limpeza. Tampas de tanques com isolamento acústico são uma boa ideia ao operar a 25 kHz. Outro acessório útil é uma caixa de proteção contra ruído para colocar sobre unidade.

 

Uso principal

Os limpadores ultrassônicos fazem muito mais do que limpar peças como engrenagens, carburadores, placas de PCB e instrumentos cirúrgicos. No laboratório, eles são amplamente empregados para desgaseificar solventes, dispersar nanopartículas e emulsificar, dissolver, dispersar e preparar amostras de laboratório. Eles possuem uma função em diversas industrias, incluindo oficinas mecânicas, estúdios de tatuagem, body-piercing, manicure e pedicure, laboratórios, clínicas médicas e odontológicas e muitos outros.

Para escolher uma cuba ultrassônica, você deve pensar em qual será o seu uso principal. Não importa se você vai limpar instrumentos de medição sensíveis, peças mecânicas resistentes ou as suas joias e óculos, existe um limpador ultrassônico ideal para cada tipo de uso. Para começar, considere o seguinte antes de fazer uma seleção:

  • Tipo de contaminação a ser removida. Há uma grande diferença, como você pode imaginar, entre remover o refrigerante de peças usinadas, depósitos de verniz de um carburador, tinta de rolos de impressão e sangue e resíduos de tecido de instrumentos cirúrgicos.
  • A composição dos produtos a serem limpos. Parâmetros diferentes se aplicam à limpeza de componentes de motores de aeronaves e de tubos capilares micro-hematócritos. Você precisará de uma compatibilidade entre a solução de limpeza e a frequência de limpeza ultrassônica.
  • Como as peças serão usadas após a limpeza?
  • Como você ou o padrão profissional da sua área de atuação define quando um objeto está 100% limpo?
  • Você limpará lotes de peças ou peças individuais?
  • Qual é o tamanho e peso dos componentes a serem limpos?

 

Soluções de limpeza

Este é provavelmente o fator mais ignorado; no entanto, é um dos fatores importantes que você deve considerar ao comprar e usar uma máquina de limpeza ultrassônica. A solução de limpeza de ser compatível com o objeto a ser limpo, com os contaminantes encontrados nele e com a limpeza ultrassônica.

Considere as características da solução de limpeza que deseja usar. Não basta comprar uma solução de limpeza qualquer e despejar dentro da máquina de limpeza ultrassônica sem entender suas características, usos recomendados e instruções de uso. Geralmente, a maioria dos produtos de limpeza é à base de água. Mas você pode usar outras soluções de limpeza para um processo de limpeza mais rápido.

Certifique-se de usar uma solução que não tenha uma tensão superficial excessivamente alta ou baixa. Certifique-se de que a solução pode remover a sujeira e mantê-la na solução, ao invés de permitir que ela volte a grudar no objeto. Além disso, verifique se o fluido é seguro para uso no seu material. Na maioria dos casos, ele não deve ser muito alcalino ou ácido.

Além disso, qualquer solução de limpeza que você deseja usar deve se misturar bem com água e também deve desgaseificar rapidamente. A desgaseificação leva de três a quatro segundos em máquinas de ultrassom pequenas.

Se for usar a ultra-sônica para alimentos, é aconselhável fazer uso apenas de água. No entanto, se for usado para limpar ferro ou outros materiais que podem enferrujar, certifique-se de que a solução de limpeza tem um inibidor de ferrugem.

 

Como gerenciar a temperatura da solução de limpeza

O calor é produzido pela cavitação ultrassônica e muitas tarefas de limpeza são mais rápidas e eficientes ao usar uma solução aquecida. Por exemplo, uma solução de limpeza a quente é melhor para remover óleos, refrigerantes de usinagem e uma série de outros contaminantes de praticamente qualquer superfície que você possa imaginar.

Se este for o caso de seus requisitos, uma máquina de limpeza ultrassônica pode melhorar sua eficiência usando aquecedores controlados por termostato. A maioria dos limpadores ultrassônicos de bancada possui um controlador de temperatura, apenas aparelhos muito básicos ou portáteis não possuem essa função.

Geralmente os aparelhos com termostato podem ser ajustados em incrementos até os 80⁰C, ou operador com o aquecimento desligado. Observe que acima de 80°C a cavitação é inibida e os níveis de eficiência de limpeza diminuem.

Algumas operações de limpeza não são aprimoradas por uma solução aquecida. Um exemplo é a remoção de sangue de instrumentos cirúrgicos. Bobinas de resfriamento estão disponíveis como acessórios para ajudar a controlar a temperatura da solução de limpeza.

 

Tempo de limpeza

Normalmente, o tempo de limpeza desses aparelho varia muito. Depende do tipo e da quantidade de sujeira grudada em um objeto ou peça. A maioria dos contaminantes leves pode ser removido em menos de 3 minutos, mas nem todos os itens podem ser limpos em tão pouco tempo.

O período de teste normal para sujeiras mais resistentes, como solvestes e óleos, pode ser de 3 a 10 minutos. Para remover completamente os contaminantes, pode ser necessário realizar a limpeza ultrassônica mais de uma vez. Alguns contaminantes exigem que a solução de limpeza seja trocada a cada ciclo de limpeza.

Existem máquinas com um ciclo mais baixo de limpeza, enquanto há algumas com um ciclo de limpeza mais longo, o que é mais adequado para pessoas que precisam de uma máquina que requeira supervisão mínima.

 

Preparação para limpeza

Para garantir uma limpeza eficaz, pode ser necessário seguir alguns procedimentos de limpeza antes de inserir o objeto no tanque. Cada objeto possui um tipo de preparação diferente.

Existem algumas etapas que você pode seguir, mas pular determinadas etapas ou não depende da natureza dos itens e de quão sujos ou contaminados estão. Geralmente, os procedimentos de limpeza ultrassônica são:

Pré-limpeza – Esta etapa é seguida em uma situação onde há uma grande quantidade de contaminantes a serem removidos. Em muitos casos, água morna é usada para remover uma grande quantidade de detritos e contaminantes dos itens. Alguns objetos exigem uma pré-limpeza com produtos específicos, como álcool isopropílico ou descarbonizante.

Limpeza ultrassônica – Esta é a etapa que nenhum item pode pular. Encha o tanque na medida que o fabricante indica com a solução de limpeza desejada e coloque os itens dentro do tanque. Isso deve ser feito de maneira ordenada. Você pode fazer uso da cesta em vez de colocar os itens dentro do tanque diretamente. Para máquinas de ultrassom portáteis, você deve achar uma bacia ou vasilhame compatível.

Pós-limpeza – Alguns tipos de fluidos de limpeza exigem uma pós-limpeza, onde os resquícios do líquido são removidos do objeto. A maioria não precisa dessa etapa.

 

Modos especiais de operação

Modo de desgaseificação

As soluções de limpeza ultrassônicas recém-preparadas contêm ar, o que inibe a cavitação. O ar retido pode ser removido de duas maneiras – deixando o equipamento operar por um período de tempo sem carga ou usando um limpador ultrassônico que tenha um modo de desgaseificação para resultados mais rápidos.

Um modo de desgaseificação faz seu trabalho ligando e desligando o aparelho, fazendo com que as bolhas de ar se aglutinem, subam à superfície e estourem. Isso torna a operação do limpador ultrassônico mais rápida.

Modo de pulso

Se você estiver limpando produtos com contaminantes particularmente resistentes, um limpador ultrassônico equipado com modo pulsante é a opção ideal. O modo de pulso aumenta a potência ultrassônica para 20% em alguns modelos para remover contaminantes mais teimosos.

Se você estiver desgaseificando solventes, selecione um modelo que tenha um modo de desgaseificação, um modo de pulso ou os dois modos. Um limpador ultrassônico sem esses modos também desgaseificará os solventes, mas o fará em um ritmo mais lento.

 

Manutenção dos limpadores ultrassônicos

Hoje em dia, a maioria das máquinas de limpeza ultrassônica vem com um a três anos de garantia contra defeitos de fabricação. Mesmo assim, fazer uma manutenção básica pode manter o aparelho funcionando com eficiência máxima, e ajuda a manter ele funcionando bem mesmo após o período de garantia.

Aqui estão algumas dicas de manutenção que podem ajudá-lo a usar o limpador ultrassônico por vários anos:

  • Sempre utilize a quantidade de líquido indicada pelo fabricante. Usar menos líquido pode danificar o transdutor.
  • Não permita que o objeto a ser limpo toque o fundo do tanque, pois pode arranhar o revestimento. De preferência, coloque os objetos em uma cesta de aço inoxidável.
  • Não use soluções com alto nível alcalino ou ácido.
  • Certifique-se de que a máquina de limpeza ultrassônica não fique sobre uma superfície molhada ou sobre toalhas ou roupas úmidas.
  • Certifique-se de que o limpador ultrassônico esteja apoiado sobre uma superfície reta e estável.
Equipe
A equipe do Guia de Compra está sempre pesquisando pelos melhores produtos e preços para que você economize tempo. Todos os dias nós analisamos centenas de produtos para achar o que melhor se adapta a você e ao seu bolso.