6 melhores tablets chineses de 2018

Compras durante o Natal
🎅 – 14 dicas para economizar nos presentes de Natal
4 de agosto de 2018
Pen drive
Como comprar o pen drive certo
21 de agosto de 2018

6 melhores tablets chineses de 2018

Tablets

Muitas pessoas se perguntam se tablets comprados na China realmente valem a pena, considerando seus preços muito mais acessíveis do que os tablets normalmente vendidos no Brasil. Essa é uma pergunta difícil, pois tudo depende das necessidades individuais e dos usos planejados por cada usuário. A boa notícia é que muitos tablets chineses são bem construídos e tem um ótimo desempenho, alguns podem se equiparar ou até superar tablets de marcas conhecidas mas por um preço menor.

Atualmente, muitos tablets chineses contam com um sistema de inicialização dupla, podendo trocar entre os sistemas operacionais Windows e Android. Isso significa que você pode ter acesso ao melhor dos dois mundos, como a facilidade de comunicação do Android e os programas profissionais do Windows, é quase como ter dois tablets em um. Se você quer uma experiência de notebook, precisa usar o pacote Office completo ou simplesmente quer jogar Legue of Legends, inicialize no Windows e use um mouse, teclado e até mesmo impressoras. Se você quer ver um vídeo rapidamente ou usar o Snapchat, troque para o Android. Alguns tablets da lista possuem apenas um sistema operacional, que costumam ser mais baratos.

Se você ainda não decidiu se quer um tablet ou um notebook, nós temos um artigo sobre as principais diferenças entre essas duas plataformas e como escolher a melhor para as suas necessidades. Confira nosso artigo sobre tablets vs. notebooks aqui.

Descubra quais são os melhores tablets chineses abaixo:

Cube Mix Plus – Melhor desempenho

CPU:
Intel Kaby Lake M3-7Y30
GPU:
Intel HD Graphics 615
OS:
Windows 10
Tela:
10,6 polegadas
RAM:
4GB
ROM:
128GB SSD
Câmera Frontal:
2,0 MP
Câmera Traseira:
5,0 MP

Poucos tablets possuem um desempenho tão bom quanto este, graças a sua CPU poderosa. Este tablet pode substituir um notebook de entrada facilmente. Se um Atom não for suficiente para suas necessidades pessoais e, por exemplo, você precisa trabalhar com várias camadas no Photoshop ou quer o máximo desempenho em jogos, um processador Intel Core M3-7Y30 Kaby Lake é a melhor opção.

O Cube Mix Plus possui uma CPU Core M3 Intel de sétima geração mais poderoso, com gráficos Intel e um SSD de 128GB. Você pode obter um bom desempenho em 3D com esse processador. Ele conta com 4GB de RAM DDR3 a 1866Mhz, Intel Wireless AC 3165 e alto-falantes no lado direito. O teclado possui duas portas USB 2.0 e há uma porta Micro USB 3.0 no tablet, juntamente com um slot para cartão MicroSD. Você também possui uma das melhores experiências de anotação em telacom o Mix Plus, a caneta estilo WACOM é precisa e rápida. Depois de configurar o Windows 10 para ignorar os toques quando a caneta é detectada, fica ainda melhor. Se você quer um tablet barato para desenhos e anotações, essa é uma ótima opção.

O Mix Plus é o tablet Core M3-7Y30 mais rápido testado até o momento. É uma pena a Cube não atualizar o design, ele não parece muito moderno e as grandes bordas nas laterais ainda estão lá. Talvez seja por isso que é o tablet com uma CPU Core M3-7Y30 mais barato, pois eles apenas reutilizaram o design antigo e economizam em custos de linha de produção.

O Mix Plus apresenta uma tela IPS Full HD de 10,6 polegadas. Embora não seja tão excitante quanto o painel AMOLED do Samsung Galaxy TabPro S, ainda é bastante decente e oferece muito em termos de nitidez, cores e ângulo de visão. Infelizmente, a tela não é feita de vidro Corning Gorilla, resistente a arranhões, é necessário um protetor de tela se você não desejar marcas em sua tela após um longo período de tempo usando o tablet.

Cube i7 Book – Melhor tablet para anotação e Stylus

CPU:
Intel Core m3-6Y30
GPU:
Intel HD Graphics 5300
OS:
Windows 10
Tela:
10,6 polegadas
RAM:
4GB
ROM:
64GB SSD
Câmera Frontal:
2,0 MP
Câmera Traseira:
5,0 MP

Como o tablet anteriors, tem 4 GB de RAM de canal duplo, mas tem um processador um pouco mais antigo, o Intel Core M3-6Y30, que ainda é uma CPU poderosa e que não precisa de coolers. E este modelo suporta uma caneta stylus Wacom opcional com 256 níveis de sensibilidade à pressão, sendo mais preciso (e mais caro) do que o Mix Plus. Este é um ótimo preço para um tablet com um ótimo desempenho e uma tela nítida de 1080p comparável a de um Surface Pro 2.

O Cube i7 é o primeiro tablet Intel Core M lançado no exterior. Sua CPU é forte o suficiente para jogos com gráficos leves ou antigos e tarefas simples de edição de imagem, com um clock base de 800mhz, mas que pode atingir clocks de 2.0Ghz quando necessário. Ele tem o último chip gráfico Intel HD 5300 de oitava geração, bem mais forte do que os antigos Atom Bay Trail 4 EU. Não é GPU de alto nível, mas é o suficiente para jogos menos exigentes. Esse tablet é bem rápido em todas as tarefas comuns, O SSD de 64GB ajuda muito aqui, com um carregamento mais rápido de aplicativos e programas. É quase tão rápido como um Surface Pro 3, que é consideravelmente mais caro.

O Cube i7 Book é um bom equilibro entre preço e desempenho, ele com certeza vai atender muitas das suas necessidades diárias, mas ele é voltado para quem precisa usar uma caneta Stylus de maneira profissional. Se esse não é o seu caso, o Mix Plus é uma opção com desempenho um pouco melhor em outras áreas e é mais barato.

Chuwi Hi13 – Tablet com a maior tela

CPU:
Intel Lake Apollo Celeron N3450
GPU:
Intel HD Graphics 500
OS:
Windows 10
Tela:
13,5 polegadas
RAM:
4GB
ROM:
64GB SSD
Câmera Frontal:
2,0 MP
Câmera Traseira:
5,0 MP

O Chuwi Hi13 vem com um processador Intel Celeron N3450 Apollo Lake e 4GB de RAM. Sua tela é a melhor vista até agora em um tablet nessa faixa de preço, resolução de 3000×2000 com brilho máximo de 500 lux e proporção 3:2, é o mesmo painel superior usado no Surface Book da Microsoft, mas não é totalmente laminado. Seu tamanho é o maior destaque, ele tem a maior tela da lista e é um dos poucos tablets com mais de 10 polegadas no mercado. O desempenho do tablet  está entre um Atom Cherry e um Core M3.

Eles dedicaram 600MB de RAM permanentemente ao GPU, de modo que a RAM livre é um pouco menor do que a maioria dos tablets de 4GB, mas isso fez muita diferença durante jogos, por exemplo, ou a qualquer tarefa intensiva que exija mais do GPU. Isso melhora um pouco o desempenho padrão da GPU, mas as opções acima ainda possuem uma performance superior. O tablet não é tão rápido quando se trata de jogos 3D, O Asphalt 8 com os gráficos no máximo rodou mal, com muitas travadas e quedas de frames. Esse problema pode ser corrigido se você alternar os gráficos para a configuração mediana.

Com uma carcaça traseira inteiriça feita de alumínio, esse tablet parece ser bem resistente e tem um visual atrativo. Possui uma porta Tipo-C (especificação USB 3.0) e a porta MicroUSB 2.0, ambos precisam de adaptadores (não incluídos!), Micro HDMI, micro USB 2.0, entrada para fones de ouvido de 3,5 mm e slot para cartão MicroSD. Infelizmente, este tablet não vem com uma porta USB padrão.

Infelizmente ainda não há suporte para dual boot agora, então ele só roda Windows 10. E as portas USB padrão que existiam no modelo anterior, o Chuwi 12, não estão mais presentes aqui.

Chuwi Hi12 – Melhor tablet dual-boot

Tablet Chuwi Hi12

CPU:
Intel Cherry Trail x5-Z8350
GPU:
Intel HD Graphics
OS:
Windows 10 + Android 5.1
Tela:
12 polegadas
RAM:
4GB
ROM:
64GB SSD
Câmera Frontal:
2,0 MP
Câmera Traseira:
5,0 MP

O primeiro com dois sistemas operacionais da lista, este é um dos tablets dual-boot mais poderosos que você pode comprar. O Chuwi Hi12 tem uma tela PLS de 12 polegadas com resolução 2160x144o, um pouco menor que seu irmão mais novo visto acima. Atualmente, é a melhor tela em um tablet dual boot com processadores Atom. Ele também possui uma grande bateria de 11,000mAh, a maior usada em um tablet Atom e tem uma ótima duração. Ele suporta uma stylus ativa com 256 níveis de sensibilidade à pressão. Sua CPU permite realizar tarefas simples com muita agilidade, mas é muito fraca para a maioria dos jogos 3D em alta resolução.

Eles optaram por um corpo de liga de metal sólido em vez do corpo usual de plástico ou plástico e vidro traseiro. Como resultado, o Hi12 é mais sólido na mão e tem um visual de alto nível. A aparência me lembra o Cube i7, que tem um acabamento semelhante. O trabalho de pintura é um cinza fosco, que é relativamente fácil de riscar, se não for manuseado com cuidado.

Para tarefas leves como a edição de documentos, navegar na web, visualizar arquivos em PDF e até alguns jogos leves ou antigos, o seu processador Atom X5 Z8300 se dá muito bem. Ele pode até transmitir 4k vídeos do YouTube, desde que você use um navegador como o Edge, que é mais bem otimizado para isso. O Atom X5 Z8300 no Hi12 não são conhecidos por sua boa performance em jogo, mas com isso dito, você ainda pode jogar muitos títulos antigos ou em 2D de modo fluído. Em compensação, jogos com gráficos pesados e edição profissional de fotos ou áudio estão fora de cogitação.

FNF iFive Mini 4S – Melhor tablet Android

CPU:
ARM Cortex-A17, Rockchip RK3288
GPU:
Mali-T764
OS:
Android 6.0
Tela:
7,9 polegadas
RAM:
2GB
ROM:
32GB SSD
Câmera Frontal:
2,0 MP
Câmera Traseira:
8,0 MP

Sem dúvida, o iFive Mini 4S é um dos melhores tablets em relação custo-benefício, com uma tela de alta resolução 2048×1536 totalmente laminada. Construção de metal e vidro. Android 6.0 original (stock) e desempenho decente pelo preço. Para usuários casuais, esse é a melhor escolha.

Levando em consideração seu baixo preço, este tablet possui recursos de modelos premium a um preço de modelos básicos. Você obtém um corpo de metal bem construído, sem flexões ou lacunas, slot para cartão MicroSD e essa bela tela totalmente laminada de 7,9 polegadas.

O processador Rockchip RK3288 e o GPU Mali T760 são o suficiente para rodar bem a maioria das tarefas usuais, como navegação, assistir a vídeos em HD, editar textos e rodar jogos simples ou em uma resolução menor. A ROM é rápida e livre de porcarias pesadas que as fabricantes costumam instalar, o chamado “bloatware”. A capacidade de armazenamento de 32 GB ROM não é das maiores, se você costuma baixar muitos aplicativos ou arquivos, vai ter que usar o slot para cartão para expansão até 128 GB. No geral, você ganha muito mais aqui do que com o típico tablet barato. Normalmente, nesta faixa de preços, você obtém um processador mais fraco, um corpo plástico espesso e uma tela de baixa resolução não laminada

Este é um ótimo pequeno tablet para tarefas comuns e jogos, mas seu maior problema é a bateria, que costuma durar apenas entre 4 a 5 horas de uso normal.

Teclast X80 Pro – Melhor custo benefício

Tablet Teclast X80 Pro

CPU:
Intel Cherry Trail Z8350
GPU:
Intel HD Graphics
OS:
Windows 10 + Android 5.1
Tela:
8 polegadas
RAM:
2GB
ROM:
32GB SSD
Câmera Frontal:
0,3 MP
Câmera Traseira:
2,0 MP

Este tablet tem uma tela de 8 polegadas com resolução de 1920×1200, que apesar de não ser tão resistente e nítida quanto as opções acima, ainda oferece uma imagem de alta qualidade. Um dos melhores tablets Atom com dual boot, ele funciona com Android 5.1 e Windows 10. O X80 não possui portas USB padrão, apenas entradas Micro USB, Micro HDMI e 3,5mm para fone de ouvido.

Este é um tablets Windows 10 e Android 5.1 de dupla inicialização alimentado por um Atom Cherry Trail Z8350, um chipset  muito comum em tablets dual-boot de entrada, que serve bem para tarefas e jogos simples. Tem 2 GB de RAM, que é uma quantidade bem pequena para o Windows mas é o suficiente para fazer quase tudo sem moderação no Android. Navegar com este tablet é uma experiência fluída para tarefas básicas, com 5 abas abertas, o Word e o Paint ao mesmo tempo sem problemas.

O maior problema deste tablet é o armazenamento interno de apenas 32 GB, que é pouco espaço para ser dividido entre dois sistemas operacionais. Isso pode ser remediado com um cartão de memória de até 32 GB, fazendo com que o maior armazenamento possível nesse modelo seja 64 GB, o que deve servir para a maioria dos usuários casuais.

Se suas tarefas e jogos forem leves e você não faz questão de usar uma tela com resolução muito alta, o X80 vai atender bem, ele pode lidar com a maioria dos usos sem problemas. Editar fotos profissionalmente, usar uma Stylus e rodar jogos 3D não é recomendado com este tablet.

 

Marcas de tablets chinesas confiáveis

Existem centenas marcas chinesas diferentes, isso acontece pois a maioria dos aparelhos são fabricados da mesma maneira e saem das fábricas sem qualquer identificação (um produto “white label”), então qualquer um pode comprar uma quantidade grande deles para colocar sua própria marca depois. Por sorte, nem todas as marcas fazem isso, algumas realmente fabricam seus produtos e estão no mercado faz tempo. Lembre-se que as marcas bem conhecidas mundialmente e com forte presença no Brasil, como Motorola e Apple, também produzem seus produtos na China.

Conforme minha experiência pessoal com essas marcas de tablets e também considerando várias outras análises independentes, classifico-as da seguinte forma em termos de qualidade:

    1. Xiaomi
    2. Cube
    3. Teclast
    4. Chuwi
    5. Voyo / Vido
    6. Onda
    7. Pipo