7 Maneiras de Economizar Ao Comprar um Computador

Repelente de insetos infantil
Melhores repelentes infantis de 2018
3 de março de 2018
Melhor protetor solar [2018] – Tudo o que você precisa saber
12 de março de 2018

7 Maneiras de Economizar Ao Comprar um Computador

Computador velho

Para muitas pessoas, os computadores são uma compra essencial. Eles são como a maioria dos aparelhos de consumo e nós esperamos que eles durem pelo menos alguns anos. A variedade de preços para notebooks e computadores de mesa pode ser muito grande. Existem muitas maneiras de economizar dinheiro na compra de computador. Abaixo está uma lista de alguns dos diferentes métodos para obter um PC por preços de varejo menos do que padrão.

 

  1. Monte seu próprio PC ao invés de comprar um novo

 

Computadores podem ser itens extremamente caros. Isto é especialmente comum se você estiver pensando em comprar um sistema de alto desempenho voltado para atividades pesadas como editar vídeos de alta resolução ou para rodar jogos novos e pesados. Os fabricantes tem uma grande margem de lucro em cima desses itens. Apesar de computadores pré-fabricados oferecerem mais praticidade, o custo das peças individuais sempre é muito menor. Construir um computador configurado de forma semelhante a partir de partes compradas a parte pode te economizar centenas de Reais. Claro, este método só funciona para aqueles consumidores que procuram um desktop fixo em vez de um notebook portátil e um desempenho superior ao de um modelo de entrada. Esse método também requer conhecimento técnico, mas existe muita informação gratuita e detalhada sobre montagem de computadores na internet.

Como regra geral, os processadores (ou CPU), as memórias RAM e os gabinetes geralmente podem ser comprados usados ​​sem muita preocupação, pois não possuem partes móveis, mas pergunte se o processador passou por um overclock antes de comprar e evite-o, se esse for o caso, pois esse procedimento o sobrecarrega e faz com que ele tenha sua vida útil diminuída. As placas gráficas (ou GPU) são mais complicadas, mas podem ser compradas de segunda mão se você puder confirmar que estão funcionando, não estão coberta de poeira e também não passaram por um overclock durante um tempo prolongado. Evite comprar unidades de armazenamento usadas, pois elas possuem uma vida útil finita e, no caso de discos rígidos (ou HD), peças móveis. Nunca compre fontes usadas, pois elas são uma importante espinha dorsal do seu sistema e podem estragar todos os outros componentes do seu sistema se estiverem com um defeito grave.

 

  1. Atualize um PC existente ao invés de comprar novo

 

Se você já tiver um sistema de computador desktop ou notebook, às vezes pode fazer mais sentido fazer algumas atualizações em vez de comprar um sistema completamente novo. A viabilidade de atualizar ao em vez de substituir depende de uma variedade de fatores, como a idade do computador, o acesso a peças compatíveis e os custos totais para fazer as atualizações em comparação com uma nova compra. Em geral, os desktops são mais adequados para atualizações do que laptops. Aumentar a quantidade de memória RAM disponível e trocar o processador por um mais moderno, que utilize o mesmo soquete, são alguns dos upgrades mais importantes e que não costumam sair muito caro. A troca de um disco rígido por um SSD também pode ser muito benéfica, pois o último é muito mais rápido, mas seus custos geralmente são bem maiores. Assim como a montagem de um computador, esse método também exige um pouco de conhecimento técnico, que é facilmente obtido pela internet, inclusive através de vídeo-aulas.

Se você acha que é melhor manter seu computador atual e quer melhorar seu desempenho, confira esse nosso artigo.

 

  1. Compre um notebook ou um computador recondicionado

 

Os produtos recondicionados (ou remanufaturados) são unidades que falharam no controle de qualidade ou foram devolvidos por consumidores por causa de pequenos defeitos e foram consertados e reconstruídos ao mesmo nível de uma nova unidade. Como eles não passaram esse processo inicial de controle de qualidade, os fabricantes tendem a vendê-los com taxas de desconto. Um notebook ou computador de mesa remodelado típico pode ser encontrado por mais de 25% de desconto no preço de varejo padrão. Há coisas para se levar em conta ao comprar um sistema remodelado, no entanto. Isso inclui saber se o produto ainda é coberto pela garantia, se ele foi recondicionado pelo fabricante ou por um terceiro e se o desconto realmente é menor do que o custo equivalente de um computador novo. Ainda assim, eles podem ser uma ótima maneira de obter um computador por um preço muito acessível.

Os modelos recondicionados mais comuns são os voltados para consumidores empresariais: com descontos para compras em alta quantidade, as grandes empresas podem trocar de modelo várias vezes. Esses computadores e laptops geralmente são muito resistentes e servem perfeitamente para um usuário que só vai executar tarefas simples, como edição de texto e navegação, mas é importante notar que esses modelos não são criados para jogos ou programas gráficos pesados.

 

  1. Compre um computador um pouco mais antigo

 

Os ciclos de relevância de produtos informáticos costumam durar de três meses a um ano. Em geral, novos produtos adicionam algumas melhorias ao desempenho geral, capacidades e recursos de um sistema de laptop ou desktop, mas nos últimos anos, as melhorias foram bastante mínimas. A maioria dos fabricantes aumentam muito suas margens de ganhos vendendo esses novos sistemas. Mas e os modelos anteriores? Os fabricantes e os varejistas tendem a descontá-los fortemente para liberar o espaço de inventário para novos modelos. Essas economias podem ser bem dramáticas, permitindo que os consumidores comprem computadores com um desempenho aproximadamente equivalente de um modelo mais recente gastando menos, as vezes pela metade do preço.

 

  1. Compre um sistema com menos memória e atualize posteriormente

 

Os preços dos módulos de memória RAM e de discos rígidos podem variar drasticamente. À medida que uma nova tecnologia de memória é lançada, os custos tendem a ser extremamente elevados e depois diminuem gradualmente. Os fabricantes compram memória em massa, o que significa que eles podem estar presos com grandes estoques de memória dispendiosa em comparação com o mercado varejista. Os consumidores podem usar essas forças do mercado para ajudá-los a comprar um laptop ou computador desktop com uma configuração de memória mínima que eles podem atualizar a RAM e ainda pagar menos do que o preço original do sistema de varejo com o mesmo nível de memória atualizada na compra. Esta é uma dica especialmente boa para marcas premium ou sistemas de classe de desempenho. Observe que muitos dos novos laptops ultrabook e ultrafinos têm memória fixa que não pode ser atualizada, então isso não funcionará com todos os tipos de computadores. Discos rígidos podem ser complementados por flash drives, cartões de memória e serviços de nuvem, além de HDs portáteis próprios.

 

  1. Use cupons e programas de cashback

 

Um sistema relativamente novo no Brasil, os programas de reembolso, também conhecidos como cashback, sempre foram extremamente populares entre as empresas de tecnologia lá fora. Ao se afiliar a um programa de cashback e fazer uma compra em uma loja parceira, tanto virtualmente quanto em lojas físicas, você ganha de volta uma parte do valor gasto, que pode ser bem alto no caso de um item mais caro como um computador ou laptop. A porcentagem do valor que você ganha de volta vai variar entre as diferentes lojas parceiras, portanto, você precisa comparar os preços e também as porcentagens para saber onde vale mais a pena comprar seu computador ou suas peças. Muitos desses programas também oferecem descontos e ofertas aos seus clientes por tempo limitado, inclusive para computadores, então não se esqueça de conferi-las regularmente. Alguns dos programas mais populares do Brasil são o Méliuz, o Mooba e o Beblue.

Muitas pessoas não percebem que é possível obter alguns bons descontos em computadores e equipamentos relacionados a computadores usando um cupom. Eles tendem a ser códigos eletrônicos ao em vez de físicos, mas o resultado final é o mesmo, você só precisa achar um cupom válido e usa-lo na loja virtual correspondente. Se você está procurando comprar um computador diretamente do fabricante ou mesmo através de varejistas on-line, os códigos de cupom podem ser fornecidos quando você visita o site, muitas lojas também dão cupons ou descontos automáticos para clientes que vão realizar a primeira compra no site ou que acabaram de se cadastrar. Muitos varejistas apostam que as pessoas vão esquecer de usar seus cupons, comprando os itens pelo seu preço original. Portanto, é sempre uma boa idéia ver se existe algum tipo de código de desconto disponível para obter esse produto por menos.

 

  1. Espere por Liquidações

 

Embora nem sempre seja uma opção válida quando um consumidor precisa comprar um computador imediatamente, todos os tipos de eletrônicos são normalmente colocados à venda duas vezes por ano. Isso geralmente acontece durante a temporada de volta à escola e no Natal, grandes varejistas costumam fazer ótimas promoções durante seus aniversários. Neste momento, os compradores podem economizar significativamente, dependendo do computador desejado e dos impostos de vendas. Além disso, a Black Friday, que acontece em novembro, está se tornando cada vez mais comum no Brasil. Muitas vezes é um momento em que eletrônicos ganham grandes descontos. A Cyber Monday, que ocorre logo após a Black Friday, e as semanas restantes que levam ao Natal são também bons momentos para procurar vendas e descontos em computadores.