Como escolher o melhor notebook – 2018

iPhones e iPads empilhados
Como escolher o melhor iPhone – Comparativo [2018]
4 de janeiro de 2018
iPhone encostado em uma árvore
8 coisas que você precisa saber antes de comprar um iPhone usado
7 de janeiro de 2018

Como escolher o melhor notebook – 2018

Usando um notebook

Decidir qual é o melhor notebook para você pode ser difícil, com centenas de modelos de notebooks para escolher e preços que variam de modelos de entrada de R$ 900 a mais de R$ 10.000 para notebooks de última geração. Além do seu orçamento, você deve levar em conta suas necessidades e usos, para que seu notebook (as vezes também chamado de laptop) dure por muitos anos. Depois de decidir a configuração, confira também algumas maneiras de economizar na compra de um novo notebook. Aqui estão algumas dicas para você não errar na hora da compra:

 

Considere seu sistema operacional

O sistema operacional é o coração do seu notebook. Ele gerencia todos os softwares e hardware, incluindo arquivos, memória e dispositivos conectados. Mais importante ainda, ele permite que você interaja com seu notebook e seus programas de forma visual (caso contrário, você precisaria digitar um monte de código de computador para fazer qualquer coisa).

OS X – Instalado nativamente apenas em computadores Mac, o OS X possui uma interface elegante e fácil de usar para complementar a estética elegante e a durabilidade impressionante da bateria dos Macs. Historicamente, os Macs tiveram menos problemas com vírus e malwares. No entanto, os MacBooks são vendidos por um preço muito mais elevado do que outros notebooks, e nenhum modelo de Mac até à data inclui funcionalidade de tela sensível ao toque.

MacBook Air MQD42BZ/A – Intel Core i5 Dual Core – RAM 8GB – SSD 256GB – Tela 13.3″

Windows – Sendo o sistema operacional mais usado no mundo, o Windows é compatível com quase todos os programas e periféricos existentes, e a maioria das pessoas está acostumada com sua interface. Sua versão mais nova, o Windows 10, é projetada especificamente para touchscreens (embora possa ser usada com um mouse e teclado tradicionais), expandindo suas opções de navegação e mobilidade. Ele também possui um novo gerenciador de tarefas, gerenciamento de arquivos simplificado e um conjunto de aplicativos embutidos.

Chrome OS – Encontrado exclusivamente na linha de computadores móveis Chromebook, este sistema operacional executa aplicativos personalizados e programas baseados em nuvem em vez de software tradicional e é voltado para usuários casuais. É ótimo para navegar na Web, acompanhar o seu e-mail e as redes sociais, e compartilhar suas fotos com amigos e familiares e outras tarefas simples, mas não para tarefas mais intensivas como edição de vídeo e jogos modernos.

Chromebook Samsung XE500C13-AD1BR Intel Celeron Dual Core – RAM 2GB – HD 16GB – Tela 11.6″

 

Planeje com base no seu orçamento

Hoje em dia, você pode comprar um notebook utilizável por menos de R$ 1.000, mas se você puder pagar mais, terá um sistema com melhor qualidade de construção, desempenho mais forte e uma tela mais nítida. Aqui está o que você pode obter para cada faixa de preço.

  • R$ 900 até R$ 1.500: os notebooks menos dispendiosos são os Chromebooks, que executam o sistema operacional orientado para a nuvem do Google, como o Chromebook Samsung XE500C13-AD1BR,ou sistemas Windows de baixo custo com armazenamento limitado e processadores mais lentos, como o Lenovo Ideapad 100. Notebooks nessa faixa de preço podem servir bem apenas para quem tem necessidades extremamente básicas, como e-mails e navegação em redes sociais.

Lenovo Ideapad 100 – Intel Celeron Dual Core – RAM 2GB – HD 500GB – Tela 14”

  • R$ 1.500 até R$ 3.000: Nessa faixa de preço, você pode obter um notebook com um processador Intel Core i5 ou AMD A8, com 4GB a 8GB de RAM e um disco rígido de 500GB, especificações respeitáveis que irão atender a maioria dos usuários. Um notebook como o Dell Inspiron i15-3567-A30P pode atender a maioria dos usos de trabalho, edições de vídeo e foto básicas e jogos leves. No entanto, a esse preço, a maioria dos notebooks não possui um SSD, uma tela full-HD ou uma longa duração da bateria.

Dell Inspiron i15-3567-A30P – Intel i5 Quad Core – RAM 4GB – HD 1TB – Tela 15.6″

  • R$ 3.000 até R$ 5.000: Aqui estão os notebooks com recursos mais avançados e de alto-padrão, com placas de vídeo dedicadas, telas de alta definição, processadores Intel i7 e armazenamento SSD. Com notebooks como o Samsung Gaming Odyssey, você poderá editar vídeos de alta definição, trabalhar com criação de modelos tridimensionais e rodar jogos modernos, eles basicamente podem substituir um desktop pra quase todas as atividades. Os modelos de entrada da Apple estão nessa faixa de preço, como o Macbook Air.

Samsung Gaming Odyssey – Intel i7 Quad Core – RAM 8GB – HD 1TB – Tela 15,6″

  • Acima de R$ 5.000: A partir desse preço, você encontrará notebooks Premium, muitas vezes chamados de “ultrabooks”, com recursos extremamente poderosos, com alguns modelos passando dos quarenta mil reais. Os ultraportáteis mais leves e duradouros, como o Apple MacBook Pro e o dois-em-um HP Spectre 15x i7-8550U, dão conta de qualquer tarefa e rivalizam com os desktops mais poderosos. Muitos desses notebooks são projetados para gamers e rodam os jogos mais modernos com gráficos perfeitos, como o Asus Gamer ROG Strix. Alguns foram projetados para funções especificas, como Workstations que utilizam processadores Intel Xeon, como o notebook HP Zbook 17 G5, ou que são extremamente resistentes, como o Dell Latitude 14 Rugged.

HP Spectre15x i7-8550U – Intel i7 Quad-Core – RAM 16GB – SSD 1TB M.2 – Tela 15.6″

 

Decida se deseja um 2-em-1

Hoje em dia, muitos notebooks mais novos se enquadram na categoria de dispositivos “2-em-1”, que podem alternar entre o modo normal e o modo tablet. Os 2-em-1 geralmente vêm em dois estilos diferentes: destacáveis, com telas que podem ser separadas do teclado, como o Dell Xps 12, e notebooks flexíveis com dobradiças de 360 graus, como o Lenovo Yoga 520, sendo os últimos muito mais comuns. Apesar da praticidade e versatilidade, a maioria desses sistemas é muito melhor em atender a um propósito do que o outro, então você pode obter mais desempenho e uma melhor experiência de produtividade com um notebook clássico.

Se você decidir que deseja um 2-em-1, note que os não-destacáveis geralmente têm uma duração de bateria muito melhor do que seus irmãos destacáveis.

Lenovo Ideapad 320 2 em 1 – Core i7 Quad Core – RAM 8GB – HD 1TB – Tela 15,6″

Escolha o tamanho de notebook certo

Antes de olhar para especificações ou preços, você precisa descobrir o quão importante é a portabilidade do seu notebook, se você viaja bastante, precisa de um modelo pequeno e eleve, se você precisa de mais potência, os modelos maiores geralmente tem as melhores especificações. Os notebooks geralmente são categorizados por seus tamanhos de tela:

  • 11 a 12 polegadas: os sistemas mais finos e leves em torno de telas de 11 a 12 polegadas e tipicamente pesam em torno de 1,3 quilos,
  • 13 a 14 polegadas: fornece o melhor equilíbrio de portabilidade e usabilidade, geralmente pesam menos de 1,9 quilos.
  • 15 polegadas: o tamanho mais popular, notebooks de 15 polegadas geralmente pesam o mesmo que seus irmão de 14 polegadas. Considere esse tamanho se desejar uma tela maior e ou precisar trabalhar usando seu notebook.
  • 17 a 18 polegadas: costumam oferecer maior desempenho. Se o seu notebook permanecer for permanecer em um lugar fixo todos os dias e a portabilidade não é um fator muito importante, um sistema de 17 ou 18 polegadas poderia fornecer o tipo de poder de processamento que você precisa para jogar jogos high-end ou fazer trabalhos pesados de edição e modelagem.

Quanto mais pixels você tiver, mais conteúdo vai caber na tela, e mais nítido ele será. A maioria dos notebooks comuns e de entrada possuem displays 1366 x 768, mas se você pode pagar, recomendamos comprar um modelo com uma resolução de 1920 x 1080, também conhecido como Full HD ou 1080p. Alguns ultrabooks de alto-padrão possuem telas de 2560 x 1600, 3200 x 1800 ou até 3840 x 2160, que possuem grande nitidez, mas que consomem mais energia, reduzindo a vida útil da bateria.

 

Faça uma lista do que é mais importante para você no seu próximo notebook

Pense sobre como você deseja usar seu notebook para classificar os recursos que você deve procurar em seu próximo notebook:

  • Entretenimento, como música e filmes? Considere tamanhos de tela maiores, 15 polegadas ou mais, e displays de alta definição e resolução (1920×1080 pixels ou mais). Você provavelmente também quer um disco rígido tão grande quanto possível para todo o armazenamento de mídia, por exemplo, discos rígidos de 1TB ou mais. Um leitor de Blu-Ray pode ser útil, bem como portas HDMI e / ou transmissão sem fio para TV, também conhecida como “Screen Mirroring”.
  • Viagem ou muito trabalho móvel? A portabilidade será, obviamente, a sua maior consideração. Procure tamanhos de tela de 14 polegadas ou menos e uma duração nominal da bateria de 6 horas ou mais. Você também pode querer comprar um modem 3G móvel separadamente para acessar à internet em qualquer lugar, mesmo sem wi-fi.
  • Muito trabalho gráfico ou multimídia ou jogos? Uma grande tela de alta definição (2560 x 1600 ou mais), muita memória RAM (de pelo menos 8GB), e uma placa gráfica de vídeo dedicada deve estar no topo da sua lista de verificação. Para obter o melhor desempenho, procure processadores i7.
  • Para obter um equilíbrio de desempenho e portabilidade, procure um notebook fino e leve ou ultraportátil com display de 13 ou 14 polegadas, processadores Intel Core i3 ou i5, 4 GB ou mais de RAM e 500 GB ou mais de espaço no disco rígido (ou, para melhor desempenho, um SSD).

 

O que você precisa saber sobre hardware

Como em qualquer computador, o hardware em um notebook determina o que ele é capaz de fazer. O que um notebook precisa ter para ser bom vai depender do seu uso. Um hardware melhor será, naturalmente, mais caro, por isso é importante considerar para o que você irá usar o notebook e escolher o hardware adequado para esse propósito. Um notebook que só será usado para fins gerais, como navegar na internet ou escrever documentos, por exemplo, provavelmente não precisa de um processador de alta qualidade ou de uma placa de vídeo dedicada.

 

Processador (CPU)

Como com qualquer computador, a CPU executa todos os processos para o notebook. Sempre que o computador precisa acessar ou alterar dados, a CPU executa essa tarefa. CPUs melhores serão capazes de processar mais dados em velocidades mais rápidas. Se você não tem certeza sobre suas opções ou está em dúvida sobre qual processador é melhor, copie o nome de série e número do modelo do processador (como “Core i7-6500U”) e faça uma pesquisa na web para comparar suas escolhas e ver testes de desempenho.

Procure por modelos posteriores a 7ª geração de Core i3, i5 e i7 (com números de modelos a partir de 7000) ou pelos recém-lançados Ryzen 5 2500U e Ryzen 7 2700U. As CPUs mais recentes geralmente são mais rápidas e eficientes, embora possa demorar alguns meses para que os fabricantes de notebooks as incluam em modelos de varejo.

Gráficos e Som

Uma placa de vídeo (GPU) gera as imagens que um programa precisa exibir na tela. Com a maioria dos notebooks, a placa de vídeo será integrada na placa-mãe. Ao contrário de uma área de trabalho, é muito raro e difícil atualizar a placa de vídeo de um notebook. Para a maioria dos usuários, a placa de vídeo não é algo para se preocupar e não deve ser uma prioridade. Os usos mais importantes para uma placa de vídeo são jogos e modelagem 3D, em que figuras complexas precisam ser renderizadas, se seu uso incluir uma dessas duas atividades, você precisa encontrar um notebook com uma placa de vídeo dedicada.

NVIDIA e AMD são os principais fornecedores de GPUs móveis. A série mais recente da NVIDIA é a série 10, a GTX 1080, a 1070 e a 1060. Como essas placas de vídeo são consideravelmente caras, muitos modelos de notebook recentes ainda usam a série 900, um pouco mais antiga. A série Radeon da AMD é uma alternativa mais em conta, muitas vezes encontrada em modelos mais básicos. Os chips R9 e R7 são os últimos lançamentos: o Radeon R9 M485X é o mais poderoso e o R7 M270X é uma opção mais barata e lenta.

Os alto-falantes também serão quase sempre integrados ao notebook. De um modo geral, alto-falantes de notebook não serão incríveis. Seria difícil, afinal, colocar um subwoofer e todos os componentes necessários para uma excelente experiência estéreo dentro dos limites de espaço de um notebook. Claro, todos os notebooks oferecem uma entrada para fones de ouvido ou alto-falantes externos se você quiser uma experiência de áudio mais imersiva.

Memória RAM

A RAM, muitas vezes referida apenas como memória, refere-se à capacidade do computador de armazenar e acessar informações para uso imediato. Qualquer tarefa que está sendo feita em um computador usa RAM. Essencialmente, quanto mais memória RAM tem um computador, mais informações podem ser chamadas imediatamente e, portanto, mais processos podem ser feitos ao mesmo tempo. Além de diferentes programas e processos do sistema operacional, documentos e abas/guias de navegador também ocupam memória RAM.

Os notebooks mais antigos e alguns novos modelos de classe empresarial ou de substituição de desktop podem ser atualizados com novos pentes de RAM pelo usuário, o que costuma ser mais barato do que comprar mais RAM pré-instalada. No entanto, um foco em notebooks pequenos e compactos está tornando isso menos comum.

Armazenamento

A quantidade de espaço de armazenamento em um computador é a quantidade de dados você pode salvar e baixar no seu computador. Programas, vídeos, música, documentos: todos estes são armazenados no disco rígido. Em contraste com a memória, os dados em armazenamento não precisam estar necessariamente sendo usados. Um programa que está instalado no computador, mas que não está sendo executado no momento, ocuparia espaço de armazenamento, mas não memória. O mínimo de armazenamento recomendado é de 500 GB, mas o armazenamento ideal é o dobro disso, 1 TB.

O armazenamento mais comum é o disco rígido mecânico, que graças aos avanços tecnológicos dos últimos anos, é um dos componentes menos caros de um computador. Em compensação, muitos notebooks usam unidades de estado sólido – ou SSD – que são mais rápidos e resistentes do que os discos rígidos tradicionais em detrimento do espaço de armazenamento. Um SSD oferece uma grande vantagem de desempenho sobre um disco rígido convencional, deixando a abertura de programas e arquivos muito mais rápidos. SSDs são consideravelmente mais caros do que os discos rígidos, mas se eles couberem em seu orçamento, você verá um grande impulso na performance do notebook.

Tela sensível ao toque

Alguns anos atrás, uma tela touchscreen era uma novidade encontrada apenas em notebooks de alto custo, principalmente porque o hardware e software simplesmente não eram suficientemente maduros para torná-los úteis para a maioria das pessoas. Com a explosão de usuários de smartphones e tablets, a Microsoft, o Google e os fabricantes de notebooks fizeram um grande esforço para criar uma experiência de tela sensível ao toque de qualidade. Agora você pode encontrar esse recurso até mesmo em modelos de entrada, como o Positivo Duo ZR3630.

 

Leia comentários e resenhas.

Depois de ter decidido quais recursos e formatos atendem melhor suas necessidades, é hora de encontrar os notebooks que se enquadram na conta. Confira os sites que fazem análises de notebooks, como o Techtudo, fóruns de tecnologia, teste de desempenho e vídeos no Youtube. Tenha em mente que muitos fabricantes de notebook, como Dell e HP, também permitem que você configure notebooks com as suas especificações – ajustando a quantidade de RAM ou escolhendo um disco rígido diferente, por exemplo. Você pode usar uma planilha e listar as especificações (processador, memória, disco rígido, placa de vídeo, etc.), bem como o preço de cada notebook para sua escolha final. Se possível, teste o modelo visado em uma loja.